Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Será assim tão anormal?

Eu levei a Pulga comigo nestas duas semanas de férias.
Até aqui nada de anormal e até acho bem normal levar a neta a passear.
Senão vejamos. Na minha família isso acontece desde sempre.
Eu quando miúda ia de férias com a minha tia, irmãs.
O meu filho com 3 anos foi de férias para Lisboa, com os avós.
A minha filha foi com 3 anos para o Porto Santo com a tia/avó, avó e tio/avô.
Com 4 anos foi a Lisboa com os tios/avós.
Aos 7 anos foi sozinha para Londres para casa da tia.
Com 9 anos foi de carro para a Hungria desde Londres, com a tia.
O meu filho foi com 7 anos para o Porto Santo com os tios.
Resta acrescentar que em nenhuma vez eu os acompanhei.
Na minha família esta situação é perfeitamente normal.
Isto para dizer que fico estarrecida quando me perguntam:
se a minha filha deixou,
ou se a menina está habituada connosco,
ou ainda se não chorou,
ou se vivemos todos juntos,
se não pediu para vir com a mãe/pai,
ou ainda se não tive medo,
e para terminar se não pediu para regressar.
De todas as vezes respondi que na minha família esta situação é normal.

Que imitação tão imperfeita!

Quando é que os imitadores ou animadores ou o que lá são os que imitam as pessoas, aqueles da televisão, os do programa da tarde é que hoje na SIC no Verão , (hum tou meia perdida nos programas). Bem, voltemos ao que interessa que já estou a fugir ao proposto.
Hoje de tarde a SIC ao vivo era dedicado à Madeira.
Quando liguei a TV vi uma pessoa vestida com os trajes regionais madeirenses a falar ....a falar.... açoriano.
Olarilolela, ainda não fazem a distinção dos dois sotaques (madeirense e açoriano)?
Olhem senhores imitadores, imitem, mas imitem correctamente.
É que há muita diferença.
Nós não falamos a cantar. Nós não somos de Rabo de Peixe. Nós "comemos" as sílabas do final das palavras. Nós usamos o "lh"quando deviamos usar o "l". Nós falamos nasaladamente. Nós usamos o gerúndio dos verbos,. Nós usamos o pleonasmo nas frases. Nós dizemos caminhar de casa referindo-nos a sair.
Mas não somos açorianos. Imitem, mas imitem bem. Poça!
Vá lá, façam uma pesquisazinha antes de estarem ao vivo. Venham mais cedo para ouvirem-nos falar.

Adenda

Continuação do post
Quem souber de uma bilhardice que me diga .
Estou sedenta de informação e de cuscuvilhices.
Não importa o quê... o que importa é passar a coisa para aqui.

Pensamento meu

Há pessoas que têm dificuldade em manifestar os seus sentimentos.
Por vezes até dão a impressão que não sabem gostar.
Conheço algumas. Mas por baixo desta carapaça são sensíveis.

Pulguinha estrepela

A Pulguinha tem tanta genica.
Ela sobe, ela trepa, ela empoleira-se, ela corre, ela...
Nunca vi uma criança que ainda não tem dezoito meses com tanta agilidade e desenvoltura.
E falar? Ela fala com um tom de voz tão, mas tão esganiçado que fere os ouvidos.
É muito autónoma.
Enquanto que a Pulga para ir de um quarto para o outro necessita de claridade, a Pulguinha corre a casa toda de luzes apagadas.
E ao falarmos com ela responde com um: hã? E repetimos a frase e ela...hã?
É que nunca vi um inção com tanta actividade.

Por cá...

Por cá, na minha casa as coisas ficaram bem entregues.
O meu genro (este rapaz é incansável) tratou dos cães, o meu primo das plantas.
As minhas alfaces estão´... ui ... enormes.
Qualquer dia já as apanho.
A minha filha e genro (compadres do Aranha) alimentaram-no.
(Então não é que o meu filho, o Aranha teve férias?)
E lá veio para o arraial dos Lameiros, em São Vicente.
Mãe e pai fora, rapaz em casa sozinho, encostou-se aos compadres para o jantar.
Ah, e minha tia ficou sob a alçada da vizinha.
Obrigada a todos pela colaboração.

Tanta coisa que ainda não sei

Estar duas semanas afastada do mundo rural dá nisto: estou sem saber de bilhardices, intrigas, casamentos, baptizados, enterros, etc.
Vou passar o dia abraçada ao PC.
Hum, meu querido! Tinha saudades tuas. Fala comigo, conta-me como foi estares sem a minha companhia e bilharda comigo.Vá lá, diz-me coisas que eu não saiba...
Uma intrigazinha nunca fez mal a ninguém...

Pulga Pimpinha

A Pulga é pimpinha. Não, não tem nada a ver com a Pimpinha Jardim.
É a forma de conjugar o verbo "limpar".

Eu pimpei
tu pimpaste
ele/ela pimpou
nós pimpamos
eles ou elas pimparam

Foi pouco, mas bom

Uma semana em Tenerife e uma semana em Lanzarote, com um saltinho até Fuerteventura e aterragens e descolagens em Gran Canária.
Foi pouco, mas bom.
Se fosse rica, estaria sempre em viagem, todas as semanas do ano.
O meu gosto por conhecer o mundo é enorme.
Mas não posso... por tantas razões.
De todas as ilhas do arquipélago canário, a que menos gosto é a de Gran Canária.
Lanzarote é a minha preferida. Pela sua ordenação, pelo branco das casas, pelas praias, pela temperatura, pela sua história.
Em Lanzarote, a descoberta tem verdadeiramente início assim se põe os pés na ilha. Das praias ao vulcão Timanfaya, das paisagens ásperas da ilha à obra ímpar de César Manrique, a ilha que é Reserva da Biosfera no arquipélago das Canárias, tem muito para oferecer.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Férias...

Live from Lanzarote.
Estivemos hoje todo o dia em Fuerteventura.
Lindo!!!Água turquesa, areia fina e ...dunas, muitas dunas. À sombra 31 graus!
E depois volto para mais notícias
É que aqui no hotel a net é paga.... e bem paga...
Por falar em hotel....
A Pulga , na vinda para Tenerife pergunta se vamos para casa da avó.
Respondo que não, vamos para o hotel.
pergunta logo arregalando os olhos de curiosidade:
_ Tu tens um hotel??????????
Rica a minha neta.
E eu, também.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Porto Santo

É hoje que regressam à Madeira, as Pulgas.
Devem trazer com elas a moleza do caracol que se instala no corpo quando estamos no Porto Santo.
É verdade, é uma coisa que não se consegue explicar. Toda a gente de lá tem essa moleza impregnada no corpo e os que lá vão ficam assim.
E a areia? O que dizer da areia?
Ela é tão fina que meses depois ainda a temos no corpo, nas partes mais recônditas do nosso corpo.
Brrrrrrrrr, como detesto areia! (Quanto melhor uma praia de cascalho; pelo menos entramos limpos na água e saímos limpos, mesmo que seja a trambolhar até chegar à agua e nao com areia colada aos pés).
E no PS come-se areia, anda-se na areia, leva-se areia, e até nos lençóis temos areia.
Outra realidade...
O vento que sopra sempre na ilha (não há nem um só dia sem vento), faz com que ao comermos algo na praia seja acompanhado de ...areia.
É uvas com areia, é pão com areia, é sumo com areia.
E mais... não tentem nem por um minuto dar bronzeador no corpo.
Chiça, que praga, é que ficamos tipo rissol, ou empanadas ou ainda rabanadas.
Que figura...

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Pão...Pão...

Estava a minha empregada na limpeza da casa (e eu de perna cruzada a beber um cafezinho) quando ela me diz: "tenho saudades de ouvir... PÃO...PÃO...PÃO".
Referia-se à Pulguinha que todo o dia pede pão.
Volta Pulguinha, mas sacode os pés antes de entrar. É que deves trazer muita areia do PS; e eu detesto areia.
PS:As tardes não são as mesmas sem Pulgas em casa.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

A entrada da noiva

Para quem vai casar aqui fica uma sugestão.
Ou então para quem já casou e pretende festejar os 25/50/75 anos de casamento, se puderem... ainda.
Vejam

Cá nada!

Domingo passado estávamos em jantar de família e amigos.
Veio à conversa... férias.
Falar de viagens inclui voos de avião, sim, que nós madeirenses para sair daqui só temos duas hipóteses: avião ou barco.
Enfim, falava eu de ir para Tenerife no voo da Binter Canárias que por ser um avião mais pequeno demora mais tempo que os da Sata ou TAP.
Dizia um amigo:
- Eu já fui a Canárias, mas na Sata. Demorou 40 min. Na Binter demora 1 h e 30 min.
- Cá nada - digo eu .- Não demora tanto. É só 90 min.

Esta sou eu

Hummmmmmm... aproxima-se a viagem de avião.... aproxima-se o nervoso miudinho, as cefaleias, os engulhos e a chorrica.

Mas que grandes mães

Li hoje no diário esta notícia muito interessante:
"houve pais que ameaçaram levar os filhos às urgências para propagar o vírus"
Data: 12-08-2009


Mães de crianças infectadas com o vírus da gripe H1N1 ameaçaram ir para as urgências dos hospitais, com o propósito de contaminar quem lá está, como vingança por os seus rebentos terem apanhado o vírus.
Caso para dizer: QUE RICAS MÃES... ou FILHA DA MÃE... ou ainda (como dizem os espanhóis) "P*TA MADRE QUE LAS PARIU"

terça-feira, 11 de agosto de 2009

"Mulhers assassinas"

"Mulheres Assassinas" é o título de uma série que a FOXCRIME transmite às Terças-feiras, pelas 21:30. (Repete às quartas-feiras de tarde e às Segundas depois da meia noite).
É baseado em factos verídicos.
É um produto da televisão (POL.KA) de Buenos Aires, Argentina.
Cada episódio retrata uma mulher e obviamente o que ela fez para acabar na prisão.
Deitem o olhinho se puderem.
Ui, arrepia.
Há cada mulher...

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Bombardeira é o que é

Passar o dia com minha tia é ser bombardeada com as mesmas perguntas vezes sem conta.
- Quando vem a kikas? (Sexta-feira)
- Quando vais para o Porto (vim de lá a semana passada)
- Hoje é Quarta? Quinta?
- Quando vais para Canárias? (Domingo)
- Quando é que o Bruno faz anos? (18 de Agosto)
- Quando é que ele vem? (dia 25)
- Quando voltas? (dia 30)
- Quando o Bruno fizer anos estás aqui? (não)
- Já não vês a kikas e as meninas antes de ir? (ainda vejo)
- Estamos em Setembro?
- O Bruno vai contigo? (não)
- Quando ele fizer anos vais estar aqui? (não)
- É ao Porto que vais? (não, a Tenerife e Lanzarote)
- Vais ao Porto antes de ir a Canárias? (não)
- Não vais buscar o Bruno? (não)
Batem à porta....
- É a kikas?- pergunta ela
E leva o dia todo a fazer estas perguntas....

Conversa de circunstância

Descíamos a ribeira de João Gomes. No céu, as cabines do teleférico movimentavam-se. Minha tia pergunta.
- Já andaste naquilo?
- Sim- respondo.
- É confortável andar naquela coisa?
- É. Tem cadeiras para nos sentarmos, é de vidro para vermos a paisagem. É agradável.
- Nunca andei nem quero andar.
- Não sabe como se chama aquilo?
- Te..le...réfico.

sábado, 8 de agosto de 2009

Pensamento meu: uma paixão

Tenho uma nova paixão....
Descobri-a na reforma.
Já comecei...
E mais não digo.

De tarde...

Na véspera de irem para o PS, as Pulgas brincaram na casa da avó.
Toda a tarde, tanta energia têm estas Pulgas!

No PS

As Pulgas estão no PS (nada de confusão, Porto Santo).
Ontem liguei, (sim a mãe/pai é quem tem de gastar o money em chamadas).
Perguntei pelas Pulgas. Diz-me ela: "Estão a gostar. Uma não põe os pés na água, a outra não os põe na areia".
Boa, é só colo.
Estas Pulgas...

O Cabelo da Pulguinha

Por falar em cabelo...
O cabelo da Pulguinha ficou....bem, tenho de admitir...a minha filha começou agora a praticar... tem de aprender comigo e ter mais confiança no meu corte.
Parece que lhe colocou uma panela na cabelo e cortou o que ficou de fora.
A miuda lembra-me....hum, deixa cá ver...um frade franciscano.
Eu teria feito melhor...mas a mãe não deixa.
Então vai aprendendo na cabeça das filhas...
(Sorry Kikas assim que chegues tenho de estar preparada para os sopapos...nas ventas).
Ui galera, fico aqui t´isperando, tá?

Cortar o cebelo, sim ou não?

Sou eu quem corta o cabelo da minha tia (e o meu). Ontem foi dia de corte (unhas e cabelo), quando ela me pergunta:
- És tu que me costumas cortar o cabelo?
- Sim, há mais de vinte anos.- Porquê?
- Por nada.
- Daí a pouco, volta a perguntar o mesmo.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Será Alzheimer?

Para o jantar fiz sopa e arroz de feijão com carne.
Às Pulgas e titia dei-lhes a sopa, pois se a Pulga visse arroz não a comeria. Quando as fui deitar disse à minha tia para se servir do segundo prato que estava no fogão. Tinha deixado lá para arrefecer antes de colocar no frigorífico.
Ao chegar à cozinha, depois das Pulgas dormirem, perguntei a minha tia se tinha comido arroz de feijão e carne."Sim comi" disse-me ela."Comeu?" perguntei eu."Sim, tu deste-me".
Não lhe respondi para não a confundir mais, pois já me estava dizer que tinha tirado da panela.
E o médico afirma que não é Alzheimer.

Tia ou avó?

Tarde sombria de Agosto. Nem parece o: "Meu querido mês de Agosto".
Eu regava as plantas. A tia-velha estava sentada a conversar com a Pulga (e que conversas...). Pulguinha corria e matava moscas.
A titia dizia para a Pulguinha: "Vai acolá e mata uma mosca que tá nas pernas da tia."(referindo-se a mim).
- Da tia?.- Diz a Pulga admirada.- Da avó Gi.
"Será que já começa a confundir o parentesco? Fico preocupada. Ou seria só um lapso?"

Pensamento meu: dúvidas

Detesto, mas detesto mesmo quando digo a verdade e alguém duvida.
Irra, não me cai nada bem.
"Fico pó Diabo me levar."
Deve ter a ver com o meu signo.

No hospital

Esta manhã fui com a minha tia à consulta do pré-operatório, da cirurgia da catarata.
Como sempre, marcam para as nove horas, mas depois é necessário esperar.
Estava a ser atendida pelo médico oftalmologista que lhe fez a cirurgia, quando um colega do senhor doutor diz-lhe:" Vou aos Recursos Humanos". Olho para ele e vejo-o a piscar o olho ao médico que atendia a minha tia.
E repete: "Vou aos recursos Humanos. Ouviste?" E piscava o olho.
O médico como não estava a olhar, sai-se com esta:"Percebeste?" E continuava a piscar o olho.
Respondo eu: "Sim, todos nós percebemos. Vá aos Recursos Humanos".
Olhou para mim e sorriu com jeito de ter percebido que eu percebera.

Que faladoras!

A Pulga melhorou muito a nível da linguagem. Mas o que me espanta é a Pulguinha.
Está mais autónoma e faladora.
Sim, a rapariga fala e exprime-se muito bem.
Também imita os gestos que os adultos fazem.
Ainda hoje eu saltava e ela atrás de mim a tentar saltar. Claro que não conseguiu, mas a intenção ficou.
É uma Pulga Eléctrica. Não pára um instante e é vê-la andar, de cabeça baixa e depressa. Lembra-me um brinquedo antigo que se dava corda e ia sem rumo certo. Assim é a Pulguinha!

O pitinito

- Avó, avó tlaz o pitinito.- Pedia a Pulga hoje de tarde.
- E onde está?- Pergunto eu por não saber a que se referia.
- Tá na tasa de banho.
- Ah, mas onde?
- No chão.
Bem, só podia ser o .....penico.

As saudades que eu já tinha de Pulgas

"As saudades que eu já tinha da minha alegre casinha.....

Cheguei à "Ilha dos Amores", como hoje alguém me dizia. É verdade. É a ilha de amores, de muitos amores e de Pulgas.
Shuuuuuuuuuuuu, estão a dormir.
Silêncio! Shuuuu!
É que só pararam de extravasar um minutos antes de os olhos fecharem.
Têm cola estas Pulgas, e saudades também.
Ainda não descolaram do meu colo. E se dou colo a uma, logo a outra vem.
Calha bem, tenho dois braços.
Enfim, cá estou.

sábado, 1 de agosto de 2009

Tou morta por ver!

A minha filha disse-me que cortou o cabelo da Pulguinha.
Tou morta por ver a obra.
É que da última vez que ela deu umas tesouradas no cabelo da rapariga, ela ficou parecida ao Paulo Bento.
Eu até a chamava de: Paulinha Benta.
Jesus, faz com que desta vez não se pareça...

Eu sei eu sei...mas, custa ouvir...

O Aranha (orque nos escuteiros era asssim chamado) ou o mê Bisalho é engenheiro, mas para mim é sempre o meu filho (o mais novo, o ausente, o emigrante).
E hoje, ao ouvir as pessoas a tratarem-no por "Senhor Engenheiro", dá-me uma vontade de...chorar, mas de alegria.
Sim, sou estúpida (digam, digam). E o gajo até estudou (e muito) para isso, mas custa-me a ouvir (ainda não tinha ouvido) chamar pelo título.
É que olho para ele e vejo-o ....tão jovem, tão meu filho, tão bebé (para mim), não parece ser ele o engenheiro responsável por uma obra tão grande (e com responsabilidade tamanha). Com a cidade do Porto rendida aos seus pés...literalmente, aos seus pés.

Jornalismo...de cor e salteado

Hoje, no noticiário das 13 horas, na TVI a bronca, a gaffe, a asneira grandiosa de quem fala de cor, sem conhecimento de causa.
"Grande incêndio na Madeira , em Gaula. Os bombeiros foram ajudados pelos colegas de outras corporações vizinhas, Machico e Câmara de Lobos".
Senhor jornalista, a Madeira é pequena, muito pequena, mas não tanto. Somos mais de trezentos mil e cabemos lá todos.
Câmara de Lobos fica na zona Oeste da ilha. Machico na zona Este.
Esta sim, é vizinha de Gaula que pertence ao concelho de Santa Cruz e fica na zona Este.
Mais jornalismo pede-se, mas com coerência, pede-se também.