Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

sábado, 19 de junho de 2010

Desejo profundo da Pulga

 Se antes a Pulga dizia que quando fosse grande queria ser: Mãe, agora vai ser icadoura (tal como a mãe).
Temos mais uma docente na família.
Ai rica Pulga faz outra coisa: crochet, tricot, ponto de cruz, bordado Madeira, bolos de mel, do caco, arranja bainha de calças, vestidos e camisas; ou pesca um rapaz rico que te dê tudo para que não tenhas de trabalhar, mas educadora...NÃO, não te metas em nada com a  tutela da Educação.

Pulga, neta querida, ouve a tua avó!!!! Olha que eu sei o que digo!!!
E digo. Tenho de lhe dar a volta ao miolo!!

18 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkk !!!!!

    ô Avogi comédia!

    Deixa a menina ser teacher :)!
    Quem sabe se ela for tradutora e teacher ela não ganhe a lot of $$$$?

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. É Avogi, a gente leva no bom humor mas o assunto é sério.O bom é que sabemos que as crianças querem ser muitas coisas...Ainda há mt tempo pra ela mudar de idéia :)

    ResponderEliminar
  3. E na Madeira não é tão mau quanto aqui, no Continente...

    ResponderEliminar
  4. Pois AVOGI fez muito bem!
    Não percebo porque todos têm tendência para dizer que quando fôr grande querem ser professores,polícias,médicos,etc.
    Não sei porque todos escolhem as mais básicas e concorridas...será que não sabem que há mais profissões?Que há mais nomes?
    Eu quando era pequena queria ser tudo!

    ResponderEliminar
  5. Óh querida Avogi.
    Tira todas as pulgas da orelha dessa miúda. Mata-as antes que elas façam o ninho atrás da orelha.A falta de valores que se hoje vive dava para voltar ao tempo das cruzadas.Hoje só quem nunca passou por esses meios é que pode sonhar em ser professor.

    ResponderEliminar
  6. A tendência que os filhos tem imitar os pais!...
    Deixa lá a criança ser "iducadora"
    bjocas

    ResponderEliminar
  7. oO
    é, concordo com vc.
    Obg pela visitinha lá no nosso blog!
    =]

    ResponderEliminar
  8. kkkkkkkkkkkk
    me pasma as semelhanças daqui
    kkkkkkkkk

    ResponderEliminar
  9. Alguém mudou o visual do blog tb? rs

    filhos! Sempre "como nossos pais".

    bjs

    ResponderEliminar
  10. Até chegar a uma uma profissão definitiva, a tua pulguita irá querer ser muitas coisas.

    Oxalá, não fique determinada na profissão de icadoura eheheheh

    Mil pétalas...

    ResponderEliminar
  11. Em primeiro de tudo quero agradecer a humilde visita que fez ao meu blog, não é dificil ter que traduzir em duas libguas, nem chato tudo o que é feito com carinho e amor pelo pais é um Orgulho!!!!
    Adorei conhecer o seu blog e as pulguinhas maravilhosas que tem, amo crianças tenho dois filhos e sou louca por eles, e pelo que vejo a senhora é uma avozinha super feliz e tem razões para isso sam lindisimas as pulguinhas, os meus parabens !!!
    Adorei poder rir , jà fazia algum tempo que não dava umas gargalhadas e rir faz bem, obrigado pelo momento que aqui pasei com muito entusiasto e jà agora peso desculpa pelos erros.
    Uma boa continuação com as pulguinhas lindas e é com muiot orgulho que fico seguindo o seu blog, Parabens.
    Beijinhos, Beth

    ResponderEliminar
  12. OBRIGADA A todos
    Mas na família já há muitos docentes ; a avó, o avô, o pai, a mãe. Chega. .basta.
    Digo de verdade se eu puder evitar!!!

    ResponderEliminar
  13. AVOZINHA
    é mau em todo o lado e aqui na Madeira só tem vantagens quem faz a licenciatura na região que os madeirenses que fazem o curso no continente estão na mesma (desculpa o termo ) lixados.

    ResponderEliminar
  14. é verdade , ele imitam os pais e por isso ela acima de tudo queria ser :MÃE por que ela via a mãe em casa a tomar conta do mano. mas assim que a mae voltou ao trabalho a ideia mudou. e ela fala muito "nos meus meninos" como se educadora já fosse. kis :):)

    ResponderEliminar
  15. Que a pulguinha ouça (com oszolhos, oszóvidos e as zorelhas) os conselhos da AvóGi...A minha neta Marta, 5 anos, olha para os pais e diz: "eu não quero ser professora como vocês, estão sempre a falar da escola..." A verdade pela boca das crianças!

    ResponderEliminar
  16. TUKAKUBANA
    sem dúvida , a tua neta já cresceu uma pouco mais e por isso já entende que vida de professor é dia e noite a falar da mesma coisa:ESCOLA. olha lembrei-me agora de uma coisa . quando nos juntamos um grupo de amigos muito professores assim que começamos a falar de escola vem a proibição pelos que não são de que "neste grupo é proibido flar de escola"

    ResponderEliminar
  17. Aí está mal, por cá a mesma coisa, mas bem pior que nem parece pertencer ao mesmo...é nos Açores, um autêntico atraso de vida e procedimentos do tempo da velha senhora.

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...