Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Deliciosamente caro, mas deliciosamente bom.

Dióspiro!! Só a pronúncia do nome deixa-me água na boca!! Adoro como se adora  um deus. Aliás, esta fruta é conhecida pelos antigos gregos como: "a fruta dos deuses". Então sou uma deusa!! (risos)
Doce, tão doce como o mel quando está maduro. Deliciosamente doce (desculpem a redundância).
Primeiro apalpa-se, se reagir ao toque está bom para consumo, coloca-se na boca, espreme-se, uma fenda abre-se de imediato, chupa-se, não é preciso mais nada, só...saborear. Desfaz-se na boca e o sumo  escorre.

Mas esta fruta é cara. Comprei hoje a 4,99 ao quilo, mas "porta-me lá", quero é que me console. 
Soube-me bem e cadêles (que é deles)? Já lá foram. Não resta nenhum e sou só eu a comer pois que ninguém gosta (e ainda bem "canão" tinha de dividir/partilhar). Assim são só para mim (deixai-me ser "ingoista, sim) que eles... não sabem o que é bom.
E eu sozinha dou conta do recado, ora se dou!!

(Já estiveram a 6,99€ ao quilo e não comprei. Mas dei um "camadão" (de olhado) em quem comprou. Uora se dei!!)

terça-feira, 29 de junho de 2010

Também ...

...Me assumo como devoradora de livros. É um prazer associado a outros que tenho.

Adoro ler, mas não leio qualquer um. Sou selectiva. Escolho-os pela capa (bonitas imagens) pela descrição e pela quantidade de folhas. (Aqueles volumosos só mesmo se for muito bom e recomendado)

Concluí este...                                                                                                E iniciei...


 E já me ofereceram (a minha comadre) para as férias. Está na linha da frente pronto a ser lido.
Recomendo qualquer um.

Só uma achega, os livros estão sempre na casa de banho para os momentos de relaxe. Não os tenho na mesa de cabeceira.
E durante o dia dou umas fugidas ao sítio onde estão, para a leitura de umas folhinhas.
Feitios, taras e manias...minhas.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Agora..

   ...Que as camisolas de gola alta, as botas de cano alto, as meias opacas estão a hibernar é altura de vermos as tatuagens.

É o tempo dos bicharocos saírem à rua. São golfinhos nas costas, gatos nos braços, borboletas na barriga, cobras nas nádegas, pássaros no umbigo, flores no pescoço e nas pernas dragões com línguas de fogo.
E deve haver mais em mais sítios, mas são recônditos...

Há dias ouvi falar sobre fazer uma tatuagem para disfarçar uma cicatriz, por exemplo de cesariana.

Será que disfarça?

E já que estou a falar de tattoos ....
...genial e genuíno. Com sobrancelhas e tudo, mas adorava ver a frente.
Será um auto-retrato?
Mais alguns exemplares.

E diz-se: "que a cara é o espelho da alma".

Que dizer destas caras? Perderam foi a cabeça...ao tatuarem a cara...

(Imagens retiradas da net)

domingo, 27 de junho de 2010

Calo do rato

E não é que eu também já tenho um calo?

Exactamente como a foto documenta.
Será que há pomada própria para este calo?
Ou a solução é...não usar o rato, mas também se usarmos o dedo para a arrastar o cursor daqui a dias o calo instala-se na ponta do dedo.

O melhor é..nem pensar nele.
Sim, que "daqui  não saio daqui  ninguém me tira" já cantavam antes de eu ter o calo.

Para a próxima levam uma carrada de chantilly

 Ora o que se havia de ver e de saber!!
"Atão" não é que os meus cachorros gostam de morangos? E madurinhos?! Daqueles que eu plantei e criei com amor e carinho e com "auguinha" de fartura?
Julgava eu (e mal) que era a minha tia que os papava! (Coitada da velha se calhar nem um comeu!!!)
Tenho de lhe pedir desculpa pelos maus juízos, palavras pensadas e dita em boca pequena e pelas omissões (aqueles pensamentos maldosos, do género: vou deitar pimenta para que ela espirre e não os coma).
 Andava eu a olhar os morangos, esperando que eles amadurecessem e...cá nada, nenhum. Assim que ficavam vermelhos, desapareciam; mas ao ler o comentário, da Mina,  em que falava de não poder ter morangos por causa dos cães, fiz uma espreita aos meus cachorros, olhei em pormenor os morangos e...claro, as dentuças bem fincadas nos verdes.
Para a próxima deito uma bombada de chantilly na ponta do canelo de lenha e vão correr à minha frente. 

(Não tenho imagens de nenhum dos meus cães. Eles são envergonhados. )

sábado, 26 de junho de 2010

O que tem de fantástico a batata frita?

                       (Imagem retirada da net)
O que é que tem as batatas fritas para as crianças adorarem-nas? E até os adultos.
Eu só não como porque elas, as batatas, vão logo directas para o rabo, barriga, e não seguem o seu percurso normal, (estômago e depois ....fezes) pelo menos as que eu como. Essas diabas acumulam-se exactamente onde disse.
Mas hoje e porque as Pulgas estão na casa da avó...avançou um prato de batatas fritas, com ovos mexidos e para atenuar uma salada de alface com tomate-cacho, cebola (para perfumar a boca) e regado com vinagre balsâmico.
E agora? Perguntar-me-ão vocês que bem me conhecem! Agora estou aqui a rebentar pelas costuras.
 Agora... tenho um peso...mas não na consciência...na barriga!!! Irra, não devia ter comido tantas batatas!!!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Fim de semana, pois então!

 Um bom fim de semana para todos .

O meu vai ser muito bom com filhos e netos juntos à mesma mesa.
E numa boa mesa não podem faltar os bons amigos, os de sempre.

Amanhã é dia de churrascada pois o bisalho gosta.

E.... haverá algo que não se faça pelos filhos?

Adivinharam só metade

Em relação à adivinha de São João.
Caramba, custa adivinhar. Para mim foi fácil, canja de galinha. 
Pois todos acertaram numa pessoa da fotografia: sou eu, sou eu. 


O Observador disse e com razão: sou eu com menos 26 anos.
A criança não é Pulga nem Pulguinha. É o mê bisalho com 2 anos e cheio de "bexigas loucas" (varicela). Tinha feito anos em Agosto e de se baptizar (Outubro). Claro que foi baptizado mesmo com varicela por isso ainda tinha vestígios e estava pintalgado de tintura, na cara. 

A fotografia foi tirada no aeroporto do Funchal . Tínhamos ido deixar a avó-mana (a minha mãe) que regressava a  Londres na que seria a sua última viagem, infelizmente!!
Se na foto era ele que apoiava a cabeça no meu ombro, hoje sou eu que o faço. Ainda bem que tem dois: um é para mim e o outro para a sua namorada. Dá bem para as duas.

Antigamente

Antigamente depois da ceia íamos em debandada para o cais ver a sombra na água do mar. Reza a tradição que quem não vê a sua, não chega a outro são João.
E porque não fui ao cais peguei numa bacia deitei água lá dentro e pus-me a fazer sinagogas/modilhos/caretas/gestos e vi...vi...a minha sombra (eu fiz modilhos e sinagogas para ter a certeza de que era eu; é que podia ser o  diabo...credo em cruz)
Por isso duas coisas: (uma boa a outra assim-assim).
1ª-Tenho esperança de viver mais um ano. (Yeeeeeees.)
2ª- Isto quer dizer que...vão ter de me aturar, pelo menos mais um ano (óóóóóóóhhh)
Eu não disse que era assim-assim?

Ceia de São João

Enquanto que em Portugal Continental se comemora o São João, comendo sardinhas, aqui no meu rural, a ceia é composta de atum salpresado, cozido com cebolas, semilhas, pimpinelas, feijão raiado, batata doce e massarocas.Todos estes ingredientes são cozidos com casca, excepto as massarocas.
A acrescentar ainda a salada de alface com pepino, tomate,cebola, pimentos.
 Para sobremesa as deliciosas cerejas...
..e abrunhos. além de pudins, bolos,  e outras coisinhas doces e nada calóricas (ironia).

Note-se que  a Ceia é feita na  noite de São João.
Mas devido ao mê bisalho ter chegado no dia então reunimo-nos (dia de São João) na casa da sogra para a tradicional ceia.
E ninguém pára cá a Gi quando se vê à frente desta comidinha, calhou que eu estava de dieta, "canão" ia p´raí uns quantos pratinhos iguais ao da fotografia!!)

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Sou assumida, sou sim

Eu aqui me assumo como devoradora de sapatos, já fui mais, agora estou um pouco moderada.
Mas ainda me dá umas saudades apertadas quando vejo....sapatos.

Mas como me dá uma  daquelas tão apertadas, aperta também os cordões da bolsa e vai daí a vontade de comprar passa para outra vontade: a de não comprar mai nada.

Até o mê bisalho, na última vez que estive no Porto, admirou-se por não comprar uns sapatinhos. Perguntou-me se estava doente, ao que respondi: sim, das algibeiras.

Mas o que vou fazer à sapataria Imelda Marcos?
A Pulga tira-lhes o mofo quando vem aqui. E ainda bem, "canão" nunca saíam do armário onde descansam.
Ainda ontem intentei, e ficou pela intenção, de calçar uns de salto alto, mas parecia que ia cair de cima daqueles andaimes!!! E até me dava vertigens. Será possível?

Já não tenho pernas para saltos altos! Mas adoro-os. E vou fazer como quando se adora alguém: tira-se a fotografia e põe-se numa moldura na mesa de cabeceira.

Agora só chinelos e sapatos rasos.
Vamos fazer uma vaquinha (um peditório) para comprar umas chinelinhas? Ou será melhor uns sapatinhos? Hã? Disseram algo? Lá agora oiço bem!!!

Como é dia de São João aqui vai uma adivinha

Avogi e ...
Quem é? Quem é?
                                                                                               
E usando as palavras das crianças quando fazem adivinhas...."quem sabe não diz."                                    
E ficam todos calados.
Mas deitem as sortes e adivinhem...

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Agora até oiço o cérebro a funcionar!

Já não estou surda auditiva e mouca das orelhas!!!!
Nunca mais direi esta frase, nem mesmo em português.
Já tenho os meus aparatos (aparelhos) auditivos novos.
Cuidado! Até oiço um besoiro a besoirar nas Desertas!!
Agora falem de mim, falem, atrevam-se, mas que eu não oiça, canão levam porrada no lombo.
(Até vou escrever em letras que em números dá-me um "chelique")Três mil e seiscentos euros ..o preço que eu paguei para ouvir..melhor.
Ai acudam-me, queu tou a cair lado.
AAAAAaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiii...Pum.

Frase do dia


"Oh Meu  Deus, porque não deste juízo às mulheres ? Porque só lhes deste língua?"

A prece do mê senhor, de mãos para o céu, apelando à misericórdia divina quando... eu falo, falo, falo e faço, faço, faço...à minha maneira.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Acordo ortográfico

Recado escrito já na sombra do acordo ortográfico, acordo esse aprovado em Lisboa a 16 de Dezembro de 1990.
Seja como for com acordo ou sem acordo gostaria de saber o que foi feito aos três novilhos roubados.

Agora a sério pode até ser obrigatório escrever acordando ortograficamente, mas eu que sou mais teimosa que uma mula teimosa continuarei a escrever à moda antiga.
É que nós portugueses (de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Guiné, Angola, Moçambique e São Tomé) entendemo-nos desde que seja em português. E por aqui há muitos portugueses do Brasil que me deixam comentários e nunca precisei de tradutor.

E nós entendemos outras línguas, fazendo um  esforço. Não somos como os nuestros hermanos espanhóis que a tudo dizem: no comprendo, no comprendo português. Ai não, então são burros digo eu, mas se falarmos em inglês percebem bem. Idiotas!!! (Note-se que Portugal e Espanha são separados por uma fronteira terrestre).
E...deixa-me correr para apanhar o tema que ele já foge, porque como sempre meto os pés pelas mãos a falar... desculpem-me, mas desculpem-me mesmo os meus queridos portugueses do Brasil, mas já se falava Português quando o Pedro Álvares Cabral  chegou a terras de Vera Cruz.

E como até aqui nos temos entendido e bem, vai daí não adiro ao acordo ortográfico nem que a vaca tussa.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Vou falar de mim já que não me conhecem

Tenho sido desafiada por muitos amigos (mentira, forma só duas: a Gisley e a Mlady) para divulgar seis coisas que não sabem sobre mim.
Ora aqui vão elas, as seis (se me pedissem mais eu diria).
1ª: Altura: meço 1,80m esticada, com os braços levantados a apontar para o céu, em bico de pés, com sapatos de plataforma de 5 cm;

2ª: Sou surda auditiva e mouca das orelhas, principalmente para determinadas conversas,

3ª: Tenho um corpo de ampulheta visto de trás. De frente sou uma pipa. Medidas: costas 50, cintura 25, ancas 50 (de trás). De frente: busto 70, cintura 90 ancas 50;

4ª: Tenho um palmo de cara, bem medido;

5ª: Calço do 38 para cima (até o 45 já calcei) se for para baixo não consigo;

6ª: Sou virtuosa e defeituosa. Tenho apenas uma virtude e um defeito: minto e não falo verdade.

E mais uma para finalizar não acreditem na legenda da fotografia. Esa no soy yo. Eu nunca fui à Corunha.

Fotografia: Mi esposo e yo en Illa de Arousa, Corunha Nov. 2009. Foto captada p´lo mê bisalho 

Perder os tomates é chato

A minha cunhada compra sempre tomates ao mesmo senhor há já há algum tempo e como vem às caixas lá no trabalho dividem por elas.
Ainda no outro dia telefonaram ao dito senhor a perguntar se tinha alguns para vender pois achavam a demora muita, desde a última vez.
Resposta do vendedor.
-Ai  menina !!!! Perdi os tomates no temporal de 20 de Fevereiro!!!
Ai coitado, digo eu, e logo, como diz a minha cunhada, eram tão bons: vermelhos, sumarentos e mais que tal!!

domingo, 20 de junho de 2010

Pensamento meu: Velhice

Quando eu for velha  também quero um chapéu (pode ser igual a este). E quero estar sentada numa cadeira que pode também ser esta (ou igual  a esta) à espera que venham à janela e...

- Pssssssssst, ei, úúúúúúú, olhe, veja, venha, suba, (qualquer coisa serve) o almoço tá na mesa.
E lá irei eu fazer um esforço, agarrar na bengala, levantar o "rabichol" da cadeira, subir uns lances  de escadas e almoçar...depressa; para voltar à minha bengala, à minha cadeira, ao meu chapéu (tem  muitos "minhas" e muitos "eus" mas é para dar valor ao meu egocentrismo).
 
Vida de lorde: ter alguém que pense por mim, faça por mim e decida por mim; ou vida de quem muito já fez e que agora deixa para os outros essa função.

  (Minha tia. Foto tirada com o telemóvel, hoje, mas,  todos os dias é assim... )

sábado, 19 de junho de 2010

Desejo profundo da Pulga

 Se antes a Pulga dizia que quando fosse grande queria ser: Mãe, agora vai ser icadoura (tal como a mãe).
Temos mais uma docente na família.
Ai rica Pulga faz outra coisa: crochet, tricot, ponto de cruz, bordado Madeira, bolos de mel, do caco, arranja bainha de calças, vestidos e camisas; ou pesca um rapaz rico que te dê tudo para que não tenhas de trabalhar, mas educadora...NÃO, não te metas em nada com a  tutela da Educação.

Pulga, neta querida, ouve a tua avó!!!! Olha que eu sei o que digo!!!
E digo. Tenho de lhe dar a volta ao miolo!!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

A primeira medalha

E aqui, para que fique registado, a primeira medalha ganha pelo Pulguito.

A primeira medalha

Passavam alguns minutos das onze da manhã quando o Pulguito, o meu neto de 9 meses, foi condecorado.
Na presença dos avós recebeu a sua primeira medalha - A do Bom Comportamento. Esta foi-lhe colocada na testa, na parte frontal, para que os seus pais que, no momento da entrega estavam trabalhando e não puderam estar presentes, vejam logo ao pegarem nele.
Quando lhe foi entregue pela cabeceira da cama, os avós voaram para a cozinha como se tivessem sido largados duma fisga.
Logo após a entrega e para que a medalha (o "mamulhão") passasse despercebida, colocaram um saco de ervilhas congeladas (a avó) e uma faca em cima dela para não inchar (o avô).
Esta foi-lhe atribuída por ser desinquieto, "estrepela" e por dar mostras de que após esta, outras se seguirão.

Fim de semana, pois então!

morangos cá do meu rural. AvoGi
Aceitem uma grafadinha de morangos.
São da minha fazenda (horta). E foram "aprantados" (plantados) por mim.
Desfrutem e gozem um bom fim de semana.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Este peste só quer colo

Mas alguém faz o favor de dizer ao meu neto que estar sentado na cadeira ao meu lado é a mesma coisa que estar no meu colo? Aliás, ainda é melhor que assim eu fico com o sistema mãos livres.

É que este diacho não pára, só quer colo! Vou mazé amará-lo à cadeira! Ou prendê-lo no berço. Vai dar ao mesmo. Sim, eu sei que não se deve fazer...e muito menos...dizer!

Fica aqui a promessa

Um dia perco o amor ao dinheiro que pensando bem não dá felicidade segundo dizem, mas contribui para ela  e compro uma catrafilada de roupa e sapatos, sapatos, muitos, muitos, da Agatha Ruiz de la Prada para as minhas Pulgas.

Ai compro compro. Quero lá saber do dinheiro, mas não é ainda!!!
Fica aqui a promessa.
É que esta mulher põe-me louca cada vez que entro na loja no NorteShopping-Porto.

 "Agatha Ruiz de la Prada nasceu em Madrid em 1960. Dona de um estilo próprio e autentico tornou-se a rainha da cores e da criatividade.Os seus desenhos reflectem a forma como ela vê o mundo, com amor, humor e optimismo. É um conceito de vida mais feliz e divertido que ela leva não só para as roupas, mas também para a decoração."

(Imagens retiradas da net)

Simplesmente...

...Deliciosas!! Alguém resiste a estas cerejas?

Eu não resisti. Elas olhavam para mim, eu olhava para elas. Piscavam-me o olho, atiravam beijinhos.

De boca aberta eu salivava! Saboreava.
Foi amor à primeira...vista e depois à dentada.

Agora estou sentada à espera da primeira cólica!
Quatro euros pelo cano abaixo!

Fotografia:tirada por mim quando ainda havia muitas

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Olha, ouvi dizer...

...Que os jogadores da Selecção de Portugal andam  de beiças?  Qué como quem diz... aborrecidos.
Tudo por causa de um jacuzzi ? E deste rapazinho daqui da foto!!!!
Se ele tem... eu tenho de ter, ora essa!!!
A "invejidade" é muito feia, mas o "invejume"......

(É para encher esta banheira que vou mandar ketchupe pó... Ronaldeeee, mê fêlheeee)

 (foto retirada da net)

Queres que...te...Chupe...?

 A minha amiga Dolores interrompeu as férias no Algarve para dar uma entrevista..... e para atender uma chamada minha.

 Eu, "tufunei" (telefonei) a ela pois preciso de saber para onde posso enviar um ror de frascos de ketchup (ao Ronalde, sê fêlhinheeee).
É que sem "ketechupe" não "esvara" (escorrega) e ..sem esvarar a bola não entra...na baliza.
Mas...fiquei com a pulga atrás da orelha...ele falava em português/madeirense quando dizia que: «Os golos são como o ketchup, quando aparecem vêm todos de uma vez »

Ele disse: queetechape ou "ketechupe"?
 ....Chupe..chupe ..mas meta golos!!!
Ronaldo, seu  filho da mãe...Dolores, vê lá tu, não deixes a selecção em jejum...!
(*aqui na Madeira há gente que diz: ketechupe).

terça-feira, 15 de junho de 2010

Olha, ouvi dizer...

...Que há uma cerveja que aumenta os seios?

Mas que grande descoberta!!! Agora não há razão para usar o underbra para fazer levantar "as domingas". Nada disso mulheres e jovens vamos mazé  beber até a lancha encostar, a boa cervejinha.
Já centenas de mulheres confirmaram que o volume das suas donzelas aumentaram em dois tamanhos.

E eu... ó... já comecei a emborcar. Agora em vez de chá vai cerveja pela goela abaixo; não vou emagrecer, mas vou ter umas... do tamanho do mundo.
Já vou comprar uns "sutiões" três números acima.
Não vá o diabo aumentá-las em demasia!
Glu...glu...glu...glu-glu-glu
Para saber mais (clicar na frase)

 (imagem retiradas da net)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Filosofia de vida

Ora aqui está uma filósofa apaixonada que escreveu uma declaração de amor de si...para si.


Estava eu, naquele sítio, a me esforçar  para "obrar" (em madeirense obrar é defecar) e leio este pensamento de alguém que "obrou" antes de mim.

Amor-próprio. Amor puro de uma pessoa que se ama si própria.
Certo é que quem não gosta de si dificilmente gostará de outra, e  nem procurará fazer a sua felicidade.
Este é lindo! E para demonstrá-lo não há como escrever na porta da casa de banho pública.

Mas.... este amor, em português escrito e divulgado, reflecte o desprezo para com os outros (pois se só gosta de si...) e a falta de coragem de dizer: "Vão  todos pá faca", na mesma língua.
Eu acabei a "obra" quando acabei de ler todas declarações de amor escritas na referida porta!

Desvaziar

O mê senhor "desvaziou" (esvaziou) a piscina. Foi só tirar o "batoque" (rolha).

Na próxima semana há mais...água e mais... "lagaceira" (água espalhada pelo chão) para gáudio das Pulgas.
 Sim, que "nem todo-zui dias é dia de festa".

Adivinha

Quem são?

Uma ajudinha: mãe e filho. O pai está atrás.

domingo, 13 de junho de 2010

Entrementes

Fuscas ao sol. AvoGi
...As Pulgas  se refrescavam na água da piscina ...
...o gato Fuscas descansava de... um dia de preguiça!
Mas assim que lhe chegou um respingo...acabou o descanso e... foi... procurar que fazer...

SPLASH

Domingo de manhã.

Pulga que se preze de ser boa pulga, logo de manhã começa a sua labuta, de brincadeiras, claro.
E o dia começou com escorregadelas..

  ...depois outras escorregadelas que isto de ter um avô onde..."se a tanto me ajudar o engenho e arte"...não são palavras escritas só nos Lusíadas ...
 ...e lá montou um tobogan dentro de água.

sábado, 12 de junho de 2010

Fim de semana, pois então!

Pulguinha
pulgas na piscina. AvoGi
Dia chocho (como se diz por cá), forrado (nublado) dia semenos, com um peneirinho de chuva, uns orvalhinhos, mas a promessa de ir à piscina na casa da avó foi chão que deu uvas.

A Pulga a apanhar uns raiozinhos de sol que apareceram envergonhados enquanto as gotas de chuva iam para outra banda.

E para finalizar a moda Primavera-Verão da Pulguinha. As sapatinhas, essas, saíram dos pés, por obrigação, por que pés de Pulguinha não gostam de relva.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Convite

 Este é um líquen que se pode apreciar na floresta laurissilva.

Fotos ali ao lado direito: O MEU RURAL  (www.omeurural.blogspot.com)

Para saber mais sobre a floresta endémica da Ilha da Madeira (clicar na frase)

Esta minha tia nem no dia de Camões!

 (Queimadas-Santana com uma das tradicionais casinhas.)
Como referi ali no andar de baixo, (mais para o rés do chão) aproveitámos o dia de Camões para andar a pé. A verdade é que o dia acabou de repente.
 Para que se concretizasse esta saída a dois/a quatro, foi necessário deixar a tia-velha na sua casa acompanhada da vizinha /amiga de sempre.
Logo de manhã arranjei um farnel, uma cesta com comida para levar com as coisinhas que ela costuma comer. Fui lá deixá-la e partimos.

Aí pelas sete horas da tarde o telemóvel toca.
"Sempre que brilha o sol, naquela praia. Sinto o teu corpo vibrar, Dentro de mim. O teu respirar. Os teus olhos. O cabelo. Os teus beijos. Eu estremeço ..." Pronto, digam lá que não tenho bom gosto! Gosto sim do Marco Paulo e daí? Para música pimba de telemóvel, gosto.

Bem, adiante que faz-se tarde e tenho o jantar para fazer.
O telemóvel toca e ...olho o visor...não conheço o número mas...penso isto (desculpem, mas foi o que pensei...): Mais merda que vem para aí! Minha tia! Oh, merda!!! (foi só esta palavra feia que disse...)
- Sim ...- atendo.
- Sim...Gi...oooooolhe, sua tia caiu no quintal. Eu disse para ela não ir sozinha pra  rua, ela  foi...
- E magoou-se?
- Ela agora está deitada na cama. Eu e o vizinho levantamos "ela" do chão.
- Já vou prá i.
Bem, o passeio ficou por ali. Estávamos em Santana, na zona norte da ilha, e vivemos na zona sul. (não é como ir do Porto ao Algarve, mas leva tempo, embora as distâncias sejam curtas).
O meu amigo grudou as mãos ao guiador do carro, limpou o lameiro dos sapatos, meteu o turbo e ala para casa.
Felizmente que só tinha arranhões nas costas, mas hoje está toda moída (como diz ela).

Há 45 anos atrás

Parece que foi ontem, mas já tem 45 anos o meu sobrinho. Faz hoje, dia 11 de Junho.
A minha irmã achou de me tornar tia quando eu tinha apenas 9 anos de idade (ia fazer 10 em Dezembro).

Até esse dia eu era o "ai Jesus" da casa e da família. Quando ele nasceu fiz de tudo para que desaparecesse. (Digam que eu sou boa pessoa! Não me conhecem não). Se diziam que chamar os bebés quando estavam a dormir eles morriam, lá ia eu sorrateira para o berço dele chamá-lo, baixinho (sim, não queira que minha mãe nem minha irmã me vissem a fazer maldades "canão" cantava o fado).
Fazia as diabruras todas, mas  ele cresceu e usou as (célebres) botas ortopédicas pois tinha os pés chatos (aliás era era todo chato, hihihi ).
Durante muitos anos as crianças usaram, desnecessariamente acho eu, as botas ortopédicas para correcção dos pés chatos, e aí ...aí sim... vingou-se nas minhas pernas de todo o mal que eu lhe desejei.
Porém, hoje ele aí está com vida e saúde, com três filhos (e nenhum com pés chatos).
Parabéns sobrinho. Tornaste-me numa tia-feliz.

Fotografia: As célebres botas ortopédicas dos anos sessenta.

Parece um enxame!

Sabem que a malta lá na África do Sul toca vuvuzela o jogo inteiro?
Viram o jogo entre Portugal e Moçambique? Conseguiram ver? Ou só ouviram.... vuvuzelas?
E aquele som!!!Assemelha-se ao zumbido .....zzzzzzzzuuuuuuummmmmmm... provocado por um enxame de abelhas furiosas.
Ai coitados dos jogadores! Até assistiu-me pena vê-los todos (os portugueses) com as mãos no zouvidos (não tinham, mas  é onde vão acabar por pô-las).Como podem concentrar-se com tamanho ruído?
Já sei, se Portugal  não chegar à final, deito a culpa às vuvuzelas.
É que não se pode! Só sem som...e mesmo assim....

Ontem...

AvoGi e uma amiga nas Queimadas
...E porque era o dia de Portugal, de Camões e das Comunidades andámos pelos caminhos de  Portugal.

Neste caso concreto pelas serras da Madeira.
Na foto eu e uma amiga, pelos caboucos da nossa ilha.
Santana-Queimadas-Caminho dos Tis (Floresta Laurissilva)