Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Paulo Gonzo

Por ti, Alberto Ferreira Paulo, vou até à costa norte da ilha, mais precisamente a São Vicente, somente para te ouvir cantar.
Tu canta aquelas que eu sei para poder dar largas à minha desafinação, pois eu... sei-te de cor.
Hoje serei o teu brinquedo, mas só hoje.
Até pareço uma gasguita nova praí com 56 anos, com borboletas na barriga e asas nos pés.
São Vicente dêem-me espaço que daqui a pouco lá vou, mas antes, vou pôr o bacalhau de molho.

5 comentários:

  1. Eu já o vi ao vivo e foi uma comédia. Então ele a chamar as fãs ao palco... muito bom :D

    ResponderEliminar
  2. Eu tambem gosto muito!
    E sei muitas de cor tambem :)

    Diverte-te AvoGi

    Baci*

    ResponderEliminar
  3. Vai e diverte-te muito!

    Aqui fica um beijinho deste regressado de férias!

    ResponderEliminar
  4. Ouvi pela primeira vez o Paulo Gonzo no programa Clube Amigos Disney, para aí em 1985/86 e ao vivo porque a minha filha mais velha foi convidada para participar.

    Uma autêntica seca de gravação (quase um dia inteiro para 1 hora de programa em directo) mas ganhou uma BMX (o top da bicicleta na altura), 100 livros da Disney e um saco cheio de coisas.

    Paulo Gonzo foi convidado, cantou e encantou...mas era tão novo e magrinho e o seu defeito físico notava-se mais do que hoje.

    Gosto imenso e a minha preferida é "Jardins Proibidos":)

    Diverte-te e depois conta como foi e aproveita para dançar que faz bem à saúde:)

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...