Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Sinceramente quero que sinceramente...

...com toda a sinceridade me digam: por aí onde cada um de vocês se encontram também chove desmesuradamente? E também, como eu, já têm luzes acesas às duas da tarde? Vocês, digam lá, sinceramente, não apetece mandar o tempo para aquele lugar, aquele que não digo, mas está encravado na ponta da língua como um pico?
E se fizessemos assim um abaixo-assinado para sanear quem manda? E se...eu me calasse e fosse apagar a luz que deixei acesa no quarto onde não está ninguém, em vez de estar aqui a mandar papaias?

8 comentários:

  1. Deixa lá amiga, a chuva já está de partida em direcção ao continente:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, tu bem qure dizes que depois daqui ela vai pra ai. Prepara- te. Daqui a nadinha vai-se
      Kis:=>}

      Eliminar
  2. Eu já estou em terras albicastrenses e está sol e a passar dos 20°
    Um da agradável de primavera ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em Albicastreense está sol? Aproveita pois entao...é que sol só apanho qua do vou aí no verão
      Kis :=>}

      Eliminar
  3. Por aqui ainda há sol, cheira-me que será por pouco tempo, como sempre .

    ResponderEliminar
  4. Por aqui está solinho! :) Espero que se mantenha assim ... já chega de inverno!

    ResponderEliminar
  5. Pelos meus lados também esteve sol, mas dizem que amanhã vai chover e trovejar.. Mandaste-a para cá, não foi sua malvada? :))

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...