Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quarta-feira, 6 de maio de 2015

O que é madeirense é bom e chama-se Ronaldo

Ele agarrou em sete milhões de euros dos tantos que tem na sua carteira e deu ao Nepal. Ora, eu sei, não é preciso que me digam, que não lhe fazem falta, mas podia só ter dado um milhão ou até só apelado às pessoas para ajudarem. Também sei que ele tem setenta vezes mais e que sete milhões, olhando ao que tem, é irrisório. Se podia ter colaborado com mais?, poder podia, mas não é só nesta causa que ele participa.
Caramba, rapaz, és bom, mesmo bom, e não é só a dar pontapés na bola.

4 comentários:

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...