Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Dia de erguer a voz bem alto...

...e cantar os "parabéns a você".
O mê Gu-gu faz, hoje, seis anos. E vai encetar a caminhada da escolaridade obrigatória. "Vais ser político", digo-lhe eu. " Não, avó, vou ser o homem do lixo".
E digo-lhe que todos os trabalhos são importantes e dignos do nosso respeito.
Mas..."no carro do lixo?" digo eu sem que ele me oiça. Até lá que mergulhe na vida sempre de cabeça, que faça as escolhas correctas, que nos dê muitas alegrias. E nunca perca o sorriso de boca aberta, franco, estridente e sincero.
Parabéns.

6 comentários:

  1. Muitos parabéns ao teu Gu-gu! Que seja sempre um menino feliz e cheio de garra

    ResponderEliminar
  2. De certeza que o Gu-Gu sabe fazer escolhas. È que os homens do lixo, são de certeza mais limpos que os políticos.
    Muitos parabéns ao teu Gu-Gu.
    Kis.
    D.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, não está em causa a honra, higiene ou qualquer outra virtude, pois que há de uns e de outros em todas as profissões,'mas nós queremos que os nosso filhos e netos caminhem mais além do que a antiga quarta classe.
      Foi nesse co texto. Quando digo que ele vai ser político ou padre é porquetem o dom da palavra, sabe escolhe-las, sabe usá-las, os políticos e padres são os que precisam dessa virtude.
      Kis :=>)

      Eliminar
  3. Eu percebi perfeitamente o que estavas a querer dizer.
    Também tenho um neto e aspiro que vá longe.
    Kis.
    D.

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...