Abrir janelas

Depois da tempestade vem a bonança, o bom tempo é altura de abrir janelas de par em par, deixar o ar entrar com a luz do sol.

É preciso abrir as janelas, todas as janelas, olhar o dia lá fora, encher os pulmões de ar, respirar a vida. Ela oferece muito mais aos que arriscam abrir as suas janelas e deixar ir o passado. Fechar os olhos e sair de si mesmo, mesmo de dentro da janela. Voar, é isso voar sem destino...Abrir janelas é, também, expandir fronteiras, aprender novas vivências ter novas oportunidades, saborear novos paladares e, acima de tudo, vencer obstáculos.

Abram janelas, a vida é feita de janelas que se fecham e abrem, arrisque e verá que Deus não fecha uma porta sem que abra uma janela.

Fotografia: Outono no Poiso, Madeira

Comentários

  1. Temo que esse Deus não tenha o mesmo comportamento que aquele Deus que eu conheço! Para abrir ou fechar o quer que seja tenho eu que me dar ao trabalho... Tenho um dito de minha lavra que diz ser Deus infinitamente bom, contudo, também infinitamente lento e não lhe conheço um só gesto!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...

Mensagens populares deste blogue

E é o fim

Teratoma? Saibam o que é

Poncha de tomate inglês