Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

sábado, 23 de janeiro de 2010

Amizades

Nunca desvalorizes ninguém...
Guarda cada pessoa perto do teu coração...
Porque um dia podes acordar...
E perceber que perdeste um diamante....
Enquanto estavas muito ocupado(a) coleccionando pedras.

Recebi do amigo João Sousa .

14 comentários:

  1. Sem sombra de dúvidas.

    Beijos e um bom sábado

    ResponderEliminar
  2. Hoje, é dia de santa sogra. Estou um pouco engripado e, como não somos da mesma gema, a minha querida jóia foi fazer uma visita à sua mãezinha, juntamente com a filha (neta da avó). Logo pela manhã fiz-lhe um telefonema, mas não dissémos que a filha e neta passavam por lá. Aí ela tratou-me por querido filhinho. Claro que agradeci o galanteio. Tenham um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Verdade, mas nem sempre há espaço e muitas vezes enanamo-nos nas pedras que deitamos fora.

    ResponderEliminar
  4. Verdadeiro, e sério cada vez á menos tempo para os amigos no terreno.
    Há que revisitar e cultivar a amizade...
    bjocas

    ResponderEliminar
  5. Assino por baixo!
    E sem querer polir muito o diamante, porque não gosto muito de polir, aquela personagem do Boston Legal que sabemos, é para mim um diamante, que os erros ortográficos me fizeram encontar!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  6. Assino por baixo!
    E sem querer polir muito o diamante, porque não gosto muito de polir, aquela personagem do Boston Legal que sabemos, é para mim um diamante, que os erros ortográficos me fizeram encontar!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Tás a ver? essa das amizades, passou-se hoje comigo.
    Enquanto as minhas joias foram aos anos da mãe e da avó ê fiquei em casa a pensar coisas que aconteceram antigamente. Mê irmão andava na serra a cortar lanha e, para tranportar no corção desde o Torraire da Luta até ao Monte. Não fez uma molhelha pra pôr no pescoce e quande chigou a casa tinha o pescoce ensanguentade. Minha mãe arranjou umas folhas de erva gigante, amoloceu no lume e, pôs-lhe á volta do carrole. No outrodia já tava milhore.Ê nesse dia tinha ide à cidade e quande ia atravessar a Avenida do Mar, vinha um carre de bois e o boieire dezia para o "candieiro" que ia á frente dosbois. Ah piquene antão nã trazes o trape de cebe para os bichos nã se cansarem a puxar tante? Há estepilha tás aqui tás a lovar com o bordão no lombe.
    Como podes ver ainda não foi preciso dicionário para traduzir á letra.

    ResponderEliminar
  8. FATYLY
    Merci, igualmente para ti um bom e santo sábado.

    ResponderEliminar
  9. João
    Atão nao vais à CDS Casa Da Sogra? Credo hôme. Reles que és. Se me dás licença e permissão vou publicar estes teus momentos de puro prazer genuíno madeirense. Posso?

    ResponderEliminar
  10. Observador....Gi...Mina
    Quem os tem que os guardes.

    ResponderEliminar
  11. Raquel
    Aquela mulher nunca devia ter entrado na serie! Depois do que fez e disse. LOL. Foram só uns erritos ortografitos, nada de mais. Mas aquela bicha não conseguiu estar calada (isso já se sabe)Obrigada por receber A MINHA AMIZADE.Fico grata com isso. LOL

    ResponderEliminar
  12. Óh Gisela.
    Então quem sou eu para interditar que publiques os meus dizeres madeirenses? Claro pois é do domínio público tudo o que rabisco nas minhas crónicas. Eu não te cobro direitos de autor. Podes crer que sempre que me vier á real gana comentar algo contigo, farei entrar algo de madeirense no teu espaço. Até que quando me lembro de algumas palavras escrevo num papel e, meto no bolso.Muitas das vezes, a minha mulher que não gosta nada de remecher os meus bolsos fica zangada comigo pois encontra restos de papel quando vai estender a roupa a secar.Prometo que já tenho mais algumas coisas em stand-bay, mas tudo tem o seu tempo. Um abraço e boa semana, catando o pulguedo.

    ResponderEliminar
  13. João
    Obrigada. E hoje tenho p Pulguedo todo em casa. Isso é que vai ser catar...

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...