Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".
Mostrar mensagens com a etiqueta videos. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta videos. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O que faria se visse um homem de 65 anos a casar com uma menina de doze?

É o vídeo que está a circular nas redes sociais,como forma de consciencialização para o casamento de crianças com homens adultos e idosos acrescento.
Em pleno praça em Nova Iorque um homem passeia de braço dado com uma menina de doze anos vestida de noiva mas, com cara de quem está a ser obrigada ao acto.
As pessoas olham incrédulas e há até quem se intrometa fazendo perguntas.
Assistam ao video (aqui).
"De acordo com as estimativas mais recentes, a cada dia que passa há 33 mil meninas a serem casadas contra a vontade, perdendo a hipótese de serem crianças e vendo negados os seus direitos à educação e a toda uma vida em liberdade."

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A Polícia também faz milagres

Lá nas terras das américas do sul a polícia opera milagres que nem Deus nem os Santos conseguem.
Um amputado consegue andar. Um mudo falar...
Vejam o vídeo, (aqui) do cambado (como se diz em madeirense), a andar. Que milagre, Mê Dês!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Marido traído é pior que sarna

Se há uns que matam outros há com uma dose de masoquismo.
Um marido descobre a mulher em flagrante delito, ou seja a consumar o acto com um amigo. Atão, cola-os um ao outro e obriga-os a correr pelas ruas completamente nus
Cá p'ra mim que não me ouve, quiçá, foi até ele que filmou e colocou o vídeo na internet. Que cena, mê dês, que cena!
Confiram, entrando por Aqui se faz favor.

domingo, 10 de janeiro de 2016

Primeiro mata e depois reanima

Um médico russo matou com um único soco um paciente no hospital que havia desrespeitado uma enfermeira. Já com o paciente morto no chão, ele - o medico desata aos murros e pontapés num outro que entrara no gabinete, passando, até pir cima do paciente esticado no chão, num total desresorito oela vida. Depois, quando viu que ele jazia inanimado no chão e, quiçá, com a cabeça fria, reflectiu na atitude e tenta reanimar o doente. Aí sim, ficou aflito e chama por ajuda. Inglório.
Já estava morto e, desculpem, bem morto como se costuma dizer.
Mas para onde caminhamos Senhor? Que foi feito da tua infinita bondade?
Cada vez mais atónita com o ser humano!
Confiram o vídeo aqui.

sábado, 16 de maio de 2015

Noiva queria sujar o vestido e ia-se afogando

Manda a tradição que se suje o vestido do casamento. Ora, com esse propósito, uma noiva pretendeu jogar-se para o mar mas o insólito aconteceu, ficou embrulhada ou melhor foi engolida pelo vestido ao saltar da borda do barco. Os convidados aperceberam-se que a noiva estava aflita sem vir à tona, então mandaram-se para a água a fim de lhe encontrar a cabeça que teimava em estar submersa. Quase quase que acabava mal. Veja o vídeo aqui, se quiserem, não obrigo...

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Basta para não dizer chega, já não posso mais

É que por aqui só se ouve "O show das Poderosas"..
Se não conhecem é algo para gente miúda e é essa gente miúda que passa o dia a cantar e dançar.
Atão, oiçam e dancem que eu já sei de cor e salteado.
Aqui vai o video das Poderosas para aprender a coreografia e agora que já sabem dançar, este com a letra para o caraoque. 
"Para o baile pra me ver dan-çan-do...até você cai ficar ba-ban-do" não esqueçam de cantar com sotaque brasileiro.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Como é difícil aterrar na Madeira!

A perícia de quem tem na mão a vida de muitos passageiros. Que força, que sangue frio para manter este pássaro equilibrado. É difícil, foi difícil, mas aterrou num dia de inverno com muito vento. E eu que adoro viajar, mas tenho pavor, vejo estas coisas e penso como me sentiria se estivesse lá dentro. Ou não me aperceberia, até.

Alguém diz, e eu assino por baixo: "Veja como é realmente difícil aterrar na Madeira. Tendo em conta as condições climatéricas, este avião consegue fazer uma aterragem perfeita e à primeira tentativa, mostrando a verdadeira qualidade dos pilotos." 
Não percam, vejam.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Here comes Honey Boo Boo

O que tenho aprendido a ver esta família, nem imaginam.

Para saber se o esparguete está cozido, joga-se à parede. Uma maneira de o comer é chupar até mais não, colocando a boca na roda do prato. Um molho especial é tomate e maionese, que vai ao forno para aquecer, depois deitar por cima do esparguete com muito queijo. Chupar e chupar, comer com as mãos e limpar na roupa.
Falemos agora de salsichas. Comem-se cruas e mete-se toda na boca, logo de seguida aperta-se o frasco de quetechape que está em frente à boca praí a uns dez centímetros, para que o conteúdo caia directamente na boca.

Falemos de assoar o nariz. Basta para isso ter à mão uma ti-sharte, que vá para lavar ou seja: suja. As meias que andaram todo o dia a esfregar no chão servem para dormir à noite, não importa que estejam sujas ou encardidas.

Não consigo fechar a boca quando veja esta série. É que me espanta, e pergunto a mim mesma se será assim na realidade ou se é encenado.
Vejam o vídeo.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

De uma vez por todas aprendam a circular nas rotundas

Acabem com as dúvidas. Aprendam a circular nas rotundas. Este vídeo explica de uma forma lógica, simples e segura como se deve proceder, acabando de uma vez por todas com as dúvidas. Caramba, será assim tão difícil? Eu, fiquei elucidada. E como não sou inguísta, partilho.
Quem é que quer a vossa segurança, quem é? Claro, eu.

Hora de ponta em Ho Chi Minh - Vietname.
Ide já rotundar...mas antes vejam o video e deleitem-se...

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Não conseguimento ou inconseguimento?

Diz a senhora dona Assunção Esteves que tem medo do "não conseguimento".
Merece um nobel, um lugar no Panteão Nacional se realmente houver um não conseguimento noutro sítio para a presidente da Assembleia da República.
Vejam o "não conseguimento de uma europa pouco conseguida". E se por um motivo houver um não conseguimento da visualização, é que foi culpa minha pelo pouco conseguimento.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Bebé emociona-se com a mãe a cantar

Sempre soube que o Rod Stewart mexia com os corações de mulheres apaixonadas ou sensíveis a questões de amor, mas que um bebé se emocionasse a ouvir a mãe cantar a canção do rei: "My heart can´t tell you no" até fiquei comovida, não pela voz da mãe, mas pelas expressões e sensibilidade da bebe de 10 meses. Até eu me emocionei, caramba, não posso ver ninguém chorar que faço companhia.

Vejam, entrem por aqui.

domingo, 1 de julho de 2012

Vergonhoso, sem dúvida!

Não há palavras!
(Vejam) ao ponto que chega a política. No dia em que se comemora 36 anos de Autonomia!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Bandeira do Vaticano?

MÊ Dês, ao ponto que chega a informação!
Bandeira do Vaticano? Ainda estou a rir e não consigo tirar este smailhe (inglês com madeirense) da cara.
Oh, senhora, prego, vá mazé estudar e se documentar antes de dizer asneiras. Atão o Vaticano ia marcar presença num concerto da Madonna? Madona mia!

Olha lá, eu cá por mim até que gostava de viver naquela bota (leia-se Itália) como dizem que vivo, atão, daqui para a frente vai avançar postes em italiano, capito? Arrivederci.  
Não sou eu que digo, é uma repórter da RTP. Vejam aqui o video

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Vídeo de hoje

Hoje, captada da janela do meu quarto. AVOGI
Não necessita de palavras . As imagens são elucidativas da torrente de água que corre em direcção ao mar.

 Para ver o vídeo clicar:( http://www.youtube.com/watch?v=-Jcf4UdBdxM)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

A entrada da noiva

Para quem vai casar aqui fica uma sugestão.
Ou então para quem já casou e pretende festejar os 25/50/75 anos de casamento, se puderem... ainda.
Vejam