Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

O que me mete mais nojo é ter amigos destes

Ora minhas e meus amigos que aqui entram, tenho uma pergunta para vos fazer.
Digam o que mete mais nojo, que seja caso para franzir a testa e com aquela cara de "mete nojo" dizer que repugna e, pegar nela como se fosse um escarro verde: uma mola do cabelo em cima de uma mesa ou os tapetes do chão em cima de sofás colocados lá para varrer o chão?
É que, a pessoa que me disse para tirar a mola de cima da mesa que lhe metia nojo é a mesma que coloca os tapetes em cima dos sofás, e atravessa a cidade com um saco de fezes acabadas de fazer para deitar num balde de lixo.
Acontece-me cada uma!

3 comentários:

  1. Há pessoas que não têm noção das coisas, é o que dá!

    ResponderEliminar
  2. Então essa pessoa não poderia passar por minha casa, tenho a mola em cima da mesa às vezes. Se calhar no caso dela tem alguns bichinhos menos próprios na mola e pensa que os outros também são assim, o que temos de aturar ...
    gulosoqb.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...