Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

sábado, 9 de outubro de 2010

Sou uma mulher de sorte. Não agarrei o euro-milhões, mas agarrei três caralhinhos!

Suspeitava que era uma mulher de sorte, mas hoje tive a prova. 
Abro a gaveta e dentro dela encontro...não um, não dois, mas...três caralhinhos.
Há quem não tenha nenhum. Eu tenho três. São muitos para mim. Só preciso de um!
Por isso...
                     
Posso emprestar dois. Ou oferecer, vá lá.
Alguém quer? E sabem usar? Olhem que é preciso saber. Não é só agarrar com as duas mãos, massajar, rodá-lo com as palmas das mãos, friccionar... e...mexer. Não amigas e amigos é preciso ciência e experiência.
                               
Cheguem-se à frente os interessados num caralhinho para que eu possa contar: Um...dois...três...,...,...vinte...? C´um tantos!
Vai ter d´ haver sorteio!

E já agora querem vê-los na minha mão? Todos os três? 
Amanhã mostro.

25 comentários:

  1. Hummmmm, quero vê-los primeiro, pode ser?
    Bjssss, bom sábado!
    Madalena

    ResponderEliminar
  2. Muito bem! Eu não preciso de nais algum.
    Além de ter um na gaveta da cozinha, há um que sempre me acompanha. Só que omuso que lhe dou é o mesmo que as pessoas da minha idfad.
    Não consigo rodá-lo entre mãos, pois já se encontra num estado deplorável. Porém não o menosprezo, pois inda me faz imensa falta. De vez em quando lá vai ele mergulhar nas ponchas, Sim! Porque é uma coisa que ele nunca se esqueceu. Como há muitos limões, há vinho caseiro, compra-se um pouco de açúcar e, ele mexe-se que nem um desalmado. Nunca o desprezarei. Espero que não os deites no lixo. Bj e, cá te esperamos. Vais ter uma grande surpresa.

    ResponderEliminar
  3. Queria dizer " o uso" e "Idade", como vês estou já caquetico.

    ResponderEliminar
  4. Vamos lá entrar na aventura... eu quero um! ;P LOL

    ResponderEliminar
  5. Obrigada, mas já tenho um na gaveta, just in case (lol)

    ResponderEliminar
  6. Bom, vim cá a conselho do João, entrei pé ante pé e estive para voltar pra trás, mas a curiosidade matou o gato neste caso a gata...o que é ixo? dá jeito pr'alguma coisa' ora diga lá a senhora..

    Um beijinho da laura

    ResponderEliminar
  7. Quanto à pergunta de porque tenho a verificação de palavras para deficientes. Bem.... se eu não perdesse tanto tempo com o meu caralhinho, sabia mexer melhor no blog e conseguia tirar isso!

    ResponderEliminar
  8. Mostra esse artigo artesanal com um nome espectacular:)

    ResponderEliminar
  9. Isso é um objecto qualquer, mas não sei o que será. Amanhã venho aqui para ver.

    Bom Fim de Semana

    ResponderEliminar
  10. Hehe...estou para ver o que vai sair daí!! :)

    ResponderEliminar
  11. Ok, volto amanhã para ver...nada de confiar...
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Obrigadinha, mas não gosto daquilo para que Ele serve.Devo dizer que é a única coisa tipica da Madeira que não gosto, portanto caralhinho cá em casa não é preciso. :) :) :)

    ResponderEliminar
  13. Olá amiga.
    Já passei aí pela Madeira, mas não comprei tal artefacto. Por desconhecimento. Já foi em 1975. Mas era capaz de dar jeito. Se for coisa que faça falta cá em casa, a amiga tem que me mandar um.
    Beijos amiga
    Victor Gil

    ResponderEliminar
  14. Dentro da gaveta?
    Não me parece...
    Se calhar estou mais rica do que penso...

    ResponderEliminar
  15. Se eu não tivesse lido o blog do Sr. João provavelmente seria mais uma pessoa a escrever comentários hilariantes, de quem não sabe bem do que se trata (vá, julga que sabe, mas...)
    Entretanto, como pessoa prevenida e informada que gosto de ser, sei do que se trata, e adorei este post. A AVOGI é demais! ahahahah

    ResponderEliminar
  16. amiga !!! amei sua visita, volte a casa é sua,beijos tere.

    ResponderEliminar
  17. Ups!!!
    Quando aí estive ninguém me mostrou os dito cujo eheheh
    Possívelmente estavam todos nas gavetas das donas, que os devem ter fechados a sete chaves :-)
    Bom domingo
    bjocas

    ResponderEliminar
  18. cruzes credo abrenuncio... logo 3 !!!


    desses não tenho nenhum
    e dos outros nem sei bem... vou ver

    ResponderEliminar
  19. oi amiga ! também tô te (per)seguindo. beijos tere.

    ResponderEliminar
  20. ola Avogi !

    desculpa la so agora responder ao teu comentário, mas o Bernas é um homem muito ocupado!
    então tu atreveste a chamar a uma pessoa de 54 anos, velha!?
    isso é a melhor idade para se desbumdar ! quem me dera chegar a essa idade e com o teu espírito !
    :P

    quanto aos caralhinhos.. não muito obrigado.. chega bem o meu..
    loool
    :P

    ResponderEliminar
  21. Eu devo ser um bocadinho ignorante... Já me apercebi que é um utensílio de cozinha, mas ainda não entendi o que é um caralhinho... :P

    ResponderEliminar
  22. Mas nao é q eu tb? Nao fosse pelo Joao, acho q até sonharia com o tal, de tanta curiosidade, hehe...

    ResponderEliminar
  23. OLHEm olhem tanta mulher à espera do caralhinhos!!
    pronto, agora que já sabem até dá jeito, não é?

    O meu amigo ZB nao tem? e olhem qu e ele é madeirense!!

    VIctor
    Vou mandar de certeza que sim.
    dá -me cá o teu endereço e logo receberás o tao afamado utensílio.
    kis :)

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...