Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

terça-feira, 7 de junho de 2011

Vou transmitir o que aprendi...

... com uma idosa, e vá lá, aprendam também e repassem. É útil, é dois em um. 
Como sabem e se ainda não se esqueceram a tia-velha dá cabo dos dentes todos os dias, é mais às noites quando se deita que eles fazem barulho de noite, diz ela, e atão tira-os e tenho de andar a procurar em todos os possíveis sítios onde possa ter guardado; sim, que eles são o seu bem mais precioso e vai daí muda de sítio (deve ser por causa dos ladrões).
Aquintrodia, disseram-me para colocar um copo com água na mesa de cabeceira e "ensinar" a tia-velha a metê-los lá dentro. Óptima ideia para uma pessoa que tem cabeça, mas para ela, que já perdeu a cabeça e não tem valor, palavras dela...hummm...não sei não, mas como adoro desafios lá pus o copo na mesa expliquei-lhe tim-tim, por tim-tim e a ver vamos.
Hoje de manhã pergunta-me onde estão os dentes; faço sinal que estão dentro no copo com água.
Maravilha! Ela adorou a ideia. Colocou os dentes na boca e .... bebeu a água de seguida. Nem tive tempo de me benzer! Dupla função: dois proveitos de uma vez. E  olha para mim a rir...já com dentes.

17 comentários:

  1. ehehehehe nada como a nossa bela tia velha!!!assim como assim os dentes são dela, a água está lá para quê?????ora para beber pois claro!!!!!

    ResponderEliminar
  2. É maravilhoso! Nada se perde, nada se cria, tudo se transforma (neste caso, tudo se aproveita). Beijooooo.

    ResponderEliminar
  3. Ui agora até me arrepiei!!! Ora a senhora é bem poupadinha, não se pode desperdiçar água, certo?
    Olha a propósito de um comentário teu no meu blog: vocês não têm St António, pois nós aqui no Porto temos o S. João, que ainda falta um cadito, mas a semana pekena é esta mesmo, do 10 de Junho. Aí também há, certo?? Lol
    Bjocas

    ResponderEliminar
  4. Eu conheci um que punha todos os dias o olho de vidro no copo de água. Imagine no dia que ele bebeu a água com o olho de vidro e tu. Quando foi a hora da expulsão até que ele parecia que o detrás tinha uma prótese.

    ResponderEliminar
  5. Ler isto, logo a seguir ao almoço, põe o estômago às voltas lolol.

    ResponderEliminar
  6. lol

    Sempre a aprender. Fosses tu menos avarenta e punhas um copo com sumo:)

    ResponderEliminar
  7. Essa tua tia-velha é um manancial inesgotável de assuntos para o teu blog. Ainda vais sentir-lhe a falta quando ela se for e tu não tiveres assunto, se é que isso alguma vez te aconteceu eheheheheh!

    Beijarokas

    ResponderEliminar
  8. Olha, pensando bem, aonde os dentes estavam e pra onde voltaram nao faz diferença enqto a àgua, né?
    Esperta ela. rsrs

    Bjs!

    ResponderEliminar
  9. Um tio meu fez uma do género, bebeu a água onde tinha lavado as uvas da sobremesa.

    ResponderEliminar
  10. Acrescenta à água um café solúvel e terás mais proveito ainda.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  11. Como dizia o Lavoisier... na natureza nada se perde, nada se cria... tudo se transforma!!!
    Como vez a tia velha está cheínha de razão!!

    ResponderEliminar
  12. Querida AVOGI, lol! Tens uma tia-velha muito à frente!! Super-ecológica, hem?!
    Beijinhos para ti e para ela

    ResponderEliminar
  13. Que maravilha! então não é que estou a gargalhar!...
    Obrigada pela anedota veridica...
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Demais... é o que se chama dois em um!!!
    Li este seu post através do google reader em plena hora "coca-cola light" na empresa e ri-me com gosto... devia era de ter visto a cara dos meus colegas de gabinete "oi esta tipa passou-se! só pode!"...
    O que dizer... em tempos de crise tudo se aproveita!
    :)

    ResponderEliminar
  15. Continue tentando...

    Ela é nova, um dia ainda aprende...rs

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...