Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Esta tia-velha mesmo imobilizada tira-me o juízo!

E enquanto a tia-velha dorme, eu trinco ameixas e pêssegos alternando com meias papaias comidas à colherada.

Ela só dá pela minha presença quando lhe enfio as papas ou sopas de pão com leite pela goela abaixo; aí sim, abre os olhos e dá com a mão na colher que num ápice vai bater aos pés da cama. Mas come. Abro-lhe a boca com uma mão e de colher em punho na outra, enfio-lhe o pão ensopado (que a mim faz-me impressão dar-lhe, por não gostar eu, de pão molhado). Mas, como ela faz carranca substituí o pão ensopado pelo iogurte. A cena repete-se. Depois vem as frases: burra de merda (é agora o meu nome), tonta, teimosa. E bate-me.

Bem, eu que sou Love Peace and Happiness não gosto que me batam, atravesso-lhe os olhos e pára...até nova "selampada" na minha mão. Mas está melhor! ( Eu não acho, mas o médico acha)

OBRIGADA a todos pelo carinho enviado através dos comentários.

11 comentários:

  1. Força!

    Hoje são eles, amanhã somos nós! :)

    ResponderEliminar
  2. Se já dá "selampadas" é por que está melhor!
    ;D**

    ResponderEliminar
  3. Ainda à bocado lembrei-me de lhe perguntar por ela ! *

    ResponderEliminar
  4. Fico sempre encolhida por dentro com estes desvarios da idade... Se tivéssemos um botão para ligar e desligar! Dói tanto ver quem amamos assim!

    ResponderEliminar
  5. Depois desses apelidos tão lindos que ela inventou pra você, creio que já está ficando melhorzinha mesmo!

    :)

    ResponderEliminar
  6. Força amiga, custa mas feliz dela por te ter a ti e que tudo corra pelo melhor!

    ResponderEliminar
  7. Não, passei pela sua filha (de carro) e lembrei-me de si e de perguntar como é que ela estava *

    Depois do dia na padaria, que tive vergonha de falar, jurei a mim mesma não voltar a fazer isso! hehe ;)

    ResponderEliminar
  8. Tem calma AVOGI!

    Esta fase é tramada e nem todos têm a tua resistência para... aguentar.
    Infelizmente quem chega a esta fase da vida nesse estado não se resigna por ficar dependente (eu nem sei o que farei se ficar consciente numa situação dessas - que Deus poupe os meus familiares!).

    Não sei se peça a Deus por ti ou pela tia-velha. Melhor pedir pelas duas, né?

    Beijosssss

    ResponderEliminar
  9. Ola, você tem um jeito especial ao falar sobre o assunto.
    Mas estou chegando agora, e vou agradecer por ter me visitado em meu blog.
    Fique com Deus e que Ele te ajude!!! bjs

    ResponderEliminar
  10. Com miminho e jeitinho vai lá..
    Haja paciência...
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  11. Avogi confesso que fiquei preocupada com a tia velha e com a falta de posts, mas agora já está tudo normal outra vez!!! ben vinda tia velha!! é dificil Avogi mas se calhar também vamos ficar assim!!!quem sabe?

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...