Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Oito horas

Hoje é o dia da tia-velha regressar a casa.
- Espere em casa que a ambulância vai levá-la. - Disse a enfermeira ontem. (Não sei se já estava farta do meu cheiro por isso aconselhou que seria melhor esperar em casa ou então previa que ia demorar.)

Oito da noite e ainda não chegou. E continuo à espera - Quando ela sair daqui (do hospital) ligamos. Ando com o telemóvel na mão desde manhã, podia dar-se o caso de ser logo pelas oito da manhã, mas pelos vistos...
Estou em constante movimento, arruma aqui-desarruma ali, limpa ali-suja acolá, num rodopio e corropio que mete dó...ao dó. De certeza que a melhor forma de esperar será sentada ou deitada. Será que vem pelas quatro da manhã como quando foi de um hospital para outro?
Novamente dificuldade de transporte? Ou... já nem sei o que pensar.

Chegou pelas 21 horas. Muitas horas à espera de transporte. É o Serviço de Saúde da Madeira (ou SESARAM) que temos, não que merecemos. Pois nós merecemos muito mais. Uma vida repleta de  descontos para a saúde para recebermos uma miséria como se fosse um bónus, uma benesse. Um favor.

8 comentários:

  1. Nossa altinha, mas que falta de respeito dessa enfermeira...A ambulância já deveria ter aparecido há muito tempo!espero que tudo se resolva por aí!

    ResponderEliminar
  2. Ainda a mandam a pé e de mochila às costas.
    E assim se perde um dia.

    ResponderEliminar
  3. Querida Avogi, e assim vai o respeito pelo ser humano, neste país!
    Coragem, amiga.

    ResponderEliminar
  4. Tens a certeza que não vai por tele-transporte? ;)

    ResponderEliminar
  5. Pronto! Pelo visto, cheguei aqui junto com ela (só não vim de ambulância) :)

    Espero, de coração, que tudo fique bem, amiga.

    Beijos pra vocês, e fiquem com Deus.

    Cid@

    ResponderEliminar
  6. Chegou e agora...vamos p'ra frente!

    Beijos para ela e para ti

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente não existem muitos apoios. E quanto a "bónus", isenções e outro tipo de apoio... bom... deixamos de ver. É uma miséria...

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...