Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quarta-feira, 20 de março de 2013

Dia do Pai...das Pulgas

Dia do Pai e este foi o postal feito pela Pulga - a maiveilha na escola. O pai e os irmãos.
Dai do Pai das Pulgas, dia do pai da mãe das Pulgas que é o mê senhor.
O meu pai, bem, é um caso perdido, enfim, nem vale a pena falar dele porque nunca tive pai.

3 comentários:

  1. Tão giro e um beijo ao teu genro e já agora ao teu maridão:)

    ResponderEliminar
  2. A pulguinha além de desenhar bem , tem uma letra muito bonita.
    Bjs:))))

    ResponderEliminar
  3. Lindo desenho das pulguita.
    beijinhos e feliz dia**

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...