Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

segunda-feira, 3 de março de 2014

Baby sellers

Um (excelente) telefilme que conta a história de Carla Huxley, dona de uma agência de adopção que ajuda futuros pais a constituirem família, não olhando a meios para atingir os fins, mas que, por detrás de uma facada inocente controla o tráfego internacional de recém-nascidos de zonas pobres da Índia, Brasil e México.
Bebés roubados às mães, colocados em caixas e transportados em camiões, para iludir a polícia, muitos dos quais não chegam aos braços dos futuros pais. Basta somente pedir um bebé com determinadas características que logo chega à agência. Arrepiante e tão verdadeiro. Bseado em factos verídicos.

2 comentários:

  1. :( que venda de "mercadoria", assustadoramente cruel, em pleno sec. XXI...
    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Um telefilme baseado numa verdade destas ?
    Horrível drama !

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...