Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Boa mãe ou má mulher?

Divino. Leiam, meus amores, mulheres da minha vida e mães de filhos pequenos. E lembrem-se: todas nós mulheres-mães passamos por esta fase. Só que vocês estão neste momento. Eu, e as mulheres da minha idade agora estamos no tempo de rever as emoções.
E só me lembrei da minha filha -mãe das Pulgas porque hoje foi um dia assim.
Todo o artigo aqui


"Estou a ficar louca! Estou a tentar fazer o jantar, eles não param de me chamar para pedir coisas e eles são três e eu sou só uma, e nem sequer consegui trocar a porcaria da lâmpada naquele candeeiro ridículo da casa de banho!
Foi assim que eu cumprimentei o meu marido, ontem, quando entrou em casa. Sem um sorriso. Obviamente sem um beijo, mas de qualquer forma eu nem sequer tinha tomado banho, por isso ele até aproveitou para fugir com o rabo à seringa.
Era eu no meu pior. E foi assim que ele foi recebido em casa. Com uns disparates sobre lâmpadas estúpidas e difíceis de colocar, e alguns palavrões. Talvez seja só uma fase. Talvez seja só o resultado dos primeiros anos dos filhos. Talvez um dia que consiga ler um livro, escrever, pensar, ir ao ginásio eu consiga ter energia suficiente para estar sempre bem-disposta quando o meu marido está em casa. Talvez eu consiga parar de andar aos gritos por causa da luz da casa de banho e consiga vestir uma roupa gira e sem nódoas, pelo menos de vez em quando. Nós merecemos os dois isso. Merecemos à séria."

2 comentários:

  1. Como compreendo! E ainda nem nasceu a minha L. Estou a preparar-me psicologicamente para o pior.
    Beijinho e muito obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do artigo. Faz-me sentir menos frustrada! E só tenho dois à moerem-me o juízo... Se bem que às vezes olho para as confusões que eles armam e parece que se houvesse ali mais um o circo era mais ou menos o mesmo hehe

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...