Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Passei, passei a ser avó

Há nove anos atrás nascia a Pulga, a primeira, a mais velha, e a partir desse dia a minha vida mudou. Passei para outro clube, passei a brincar mais, passei a ser mais permissiva. Mais tolerante.
Há nove anos atrás passei a ser a avoGi.
Parabéns, Pulga, minha pequena flor.

10 comentários:

  1. Parabéns Pulguita, que a vida te sorria sempre =)

    (E parabéns a ti, AvoGi, por seres essa avó que todos gostariam de ter)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada BBF, faz-se o que se pode
      Kis V:>}

      Eliminar
  2. Parabéns à pulga, que tenha um dia muito feliz :)

    r: Não tem que pedir desculpa, por nada mesmo.
    Tenho que experimentar esses rebuçados! Confesso que não conhecia, mas há me rendi ao funcho.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Parabéns para a Pulguita e para a avó! Ainda estou longe de ser avó (a mais velha faz 10 e a mais nova fez este mês 5 anos), mas deve ser bem bom poder estragar os nossos netos e ser mais tolerante ...

    Sandra / Funchal

    ResponderEliminar
  4. Que dia! Nem imagino que as sensações...sim, porque são muitas e ao mesmo tempo. Nem são numeráveis. Muitos parabéns. A toda a família. Dia grande!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Parabéns à princesa e já nove anos...crescem tão rápido:)

    Beijos para todos e em especial à aniversariante:)

    ResponderEliminar
  6. E mais babada, também.
    Parabéns à pulga e à avó da pulga. :)

    ResponderEliminar
  7. Parabéns à princesa. Ainda não conheço a sensação de ser avó, mas dizem que é mesmo especial... :)

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...