Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

As histórias infantis têm muita influência na vida das crianças

O mê Gu-Gu vê um rapaz portador de nanismo e chama por mim que, ao longe, olhava para ele.
-Avó, avóóó, é um duende. - e apontava para o rapaz.
Palavra de honra, fingi que não conhecia a criança que, alto, chamava pela avó. Certamente não era eu, pois se tivesse um buraquinho metia-me.

4 comentários:

  1. O que as histórias influenciam as crianças!

    ResponderEliminar
  2. E o tipo era irlandês??
    Se fosse até que podia mesmo ser um duende... :))))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. :)) ficamos atrapalhadas, mas para eles é uma pessoa diferente e por isso reparam :)

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...