Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Quase a ir...

...abraçar até quebrar ossos. Porque é em Braga que está uma parte de mim.

6 comentários:

  1. E como é??
    É desta que nos encontramos??

    Sabes como me encontrar!
    Boa viagem...
    Muitos beijinhos
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deusa
      Ainda não é desta. Vou num pé e venho noutro. Fico em Estarreja. E vou de relance a Braga, ver o bisalho. De quinta a domingo
      Kks :=>)

      Eliminar
  2. Tenho pena de não ter lá ido ainda...

    ResponderEliminar
  3. Vamos nos cruzar no ar !?
    Beijinhos e boa viagem

    ResponderEliminar
  4. Bom resto de semana, boa visita, bfds
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...