Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Pois eu acho muito bem, Ronaldo

Ronaldo revelou que nunca dirá publicamente a identidade da mãe biológica do seu filho.
Mas que prazer têm as pessoas de querer saber pormenores da vida alheia? Quem é, onde vive, que faz na vida...bem, aqui escusado saber pois que deve ter recebido lotes de euros, dólares ou reais, para manter a boca calada e, por isso, não faz nada na vida. Ou será que foi in vitro?
Mal-empregado, não sabem! Bem-feito. Nem eu, caramba. Mas dava um bolo do caco com manteiga d' alho para saber quem é a mãe do busico. E vocês não? Ai Ronaldo, que agonia!

2 comentários:

  1. É a única coisa que lhe censuro. A forma como tem tratado esse assunto.

    ResponderEliminar
  2. Amiga como se diz na minha terra...é pró lado que durmo melhor :-)
    Quanto às minhas fotos há uma confidência...tenho uma máquina mixuruca que tanto tira bem como tira mal e atualmente tiro com o meu telemóvel de modo que ponho no blog...sem as tratar!
    Mas obrigada pelo conselho e vou perguntar à minha herdeira como posso melhorar sem ter muito trabalho
    Bom sábado

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...