Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

E chegou o dia

Hoje é o último dia de 2015, daqui a nadinha os barcos na Pontinha anunciarão o início do novo ano.
Tanto sonho por realizar, tanta tarefa por fazer, mas não há tempo.
Eu, AvoGi, dona deste belisco, e as Minhas Pulgas desejamos um Ano Novo repleto de saúde, e que nunca nos falte um sorriso para alegrar os momentos em que estamos juntos.
Feliz Ano Novo. Que 2016 seja aquele, o desejado, o que nos vai trazer paz, amor compreensão e, acima de tudo, harmonia.

8 comentários:

  1. Espero que tenha um ano maravilhoso!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Olá Avogi
    Que neste ano que esta por vir continuemos os nossos projetos, concretizemos os nossos ideais, eliminemos nossas pendências, e enfrentemos com coragem e ousadia os nossos desafios, com Deus nos inspirando e protegendo rumo à vitória! Feliz 2016 com tudo o que possa haver de melhor para você e Patrícia
    Um super beijo

    ResponderEliminar
  3. Prima :

    Que no Ano Novo que se aproxima, possamos viver com Dignidade, Paz, Amor e Esperança, pois a vida, apesar dos pesares, é uma dádiva!
    Agradeço-te e retribuo o desejo de um Feliz 2016 na companhia de quem amas!

    Um beijinho e até

    2016 !

    ResponderEliminar
  4. Um 2016 doce e ternurento para ti, com muitos sorrisos e muitos carinhos. Quem me dera estar aí!

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Obrigado e retribuo em dobro. Bom 2016 e na passagem para o mesmo diverte-te com o festival de fogo de artifício, que mal começam a mostrar imagens dos que já se encontram no novo ano...retiro o som!

    Beijos para ti e todos os teus

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...