Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

domingo, 24 de janeiro de 2016

E vocês, já fizeram a boa acção de hoje?

Eu ainda não.
Estou a modos que sem paciência para fazer o que quer que seja. Ai está moleza do caracol....
Até parece que vivo no Porto Santo!
Não sei se vá ou se não vá. Só "dilhemas" esta minha vida, só "dilemas"...

2 comentários:

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...