Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

domingo, 29 de janeiro de 2017

Ora adeus, passe muito bem

Atão não dá que o Janeiro tá quase a ir? E dá-me cá uma alegria! É que Janeiro é comprido, parece que não tem fim! É daqueles meses que detesto e nem é pelo frio chuva ou vento qu' isso na m' atormenta.
Tesa...Desfalcada...fico sempre "nas lonas" por causa do Natal. E dá que é preciso esticar as notas do dinheiro dum ano para a outro.
Por isso, é com muita satisfação que desejo que ele - Janeiro - volte só para o ano e até lá, que venham aqueles meses que realmente gosto.
Mas Janeiro tem coisas boas...Os dias a crescer e os passeios ao entardecer que, aqui, no meu rural é sempre um espectáculo único.

3 comentários:

  1. Aproveito para desejar um ótimo mês de fevereiro que está aí a chegar..

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Epah COMO EU TE COMPREENDO quanto ao raio do mês de Janeiro que teima em parecer mais longo que o ano inteiro.
    É que nunca mais acaba ahhahaha
    Eu conheço esse lugar ;) e já tenho saudades.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá "Verdinha"...Conheces Machico? Viveste cá, no meu rural?
      Kis :=}

      Eliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...