Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Qualquer dia desato a brigar. Mães especiais de filhos normais

Adoro aquela mamã que acha que o seu filho é diferente dos outros e, por isso - por ser diferente, merece um tratamento diferenciado. Isto a propósito de, ao ir deixar o seu menino à escola, parar o carro para ele sair mesmo em frente da porta, sair do carro para ajudá-lo, abrir a bagageira, tirar a mochila, metê-la nos ombros do menino, ajeitar o cabeção do uniforme - coisas que o seu menino de vidro não sabe fazer - dar o beijo de despedida, meter-se no carro. Não liga o motor nem avança porque, o seu rebento que é diferente de todos e único na sua espécie, ainda antes de entrar na porta da sala vai, certamente, olhar para trás e dizer o adeus e jogar o beijinho à sua rica mamã. E como ele vai devagarinho!
Depois mete-se no carro e os otários que estão atrás que se danem e montem no cavalo branco de Napolão, porque a senhora-mamã nem olha para lado nenhum. Nem agradece, caramba!
Esta é uma chica-esperta. E como esta há muitas. E o seu menino não é diferente nem especial, mas a mamã torna-o especial...

E os outros que são iguais na sua espécie que fazem? Saem do carro muito antes da porta da escola, porque o trânsito está parado devido à mamã do menino diferente, dizem um breve "até logo" e dão um beijo corrido e voam até ao portão não sem antes dizer o adeus.

4 comentários:

  1. Era bom que as pessoas não olhassem só para o umbigo delas e percebessem que não estão sozinhas no mundo.

    r: Sim, eu sei, tenho que puxar na box. Obrigada :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. E assim se vai criando um totó.
    Ou é só teatro?
    Também pode ser...
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vizinho acho que é a junção das duas coisas. Filho único nascido de pais velhos...Ele mais velho que ela....
      Kis:=}

      Eliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...