Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Madeira não é Portugal

O presidente do Governo Regional afirmou hoje que não tenciona conceder tolerância de ponto no dia 12 de Maio, uma vez que “não faz sentido”.
“Se estivéssemos num território com continuidade territorial fazia sentido”, afirmou Miguel Albuquerque, explicando que só se justificaria caso os madeirenses tivessem a possibilidade de irem para Fátima.

Pois é assim: os funcionários públicos vão ter tolerância de ponto aquando da visita papal a Fátima, no dia 12 de Maio, mas, nós, madeirenses não.
O governo dos Açores concede a tolerância nesse dia. Se formos a ver a geografia de Portugal Continental e insular vemos que a ilha do Corvo e das Flores é todo o arquipélago dos Açores é uma continuidade territorial...fica assim, a modos que, ao lado do Santuário de Fátima daí a razão da tolerância.

34 comentários:

  1. Há coisas que não se compreendem,
    essa ai é mais uma delas
    eles fazem o que muito bem entendem
    porque ainda há muitos palermas?

    Nos Açores, gente religiosa,
    a Madeira, no entanto,
    dizem que é maravilhosa
    linda Pérola do Atlântico!

    Ele pensará que sim,
    não só do João Aberto
    A Madeira é um jardim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Edu....
      Como outra não há igual
      Seus encantos não tem fim
      É ilha de Portugal....
      Mas o Miguel Albuquerque acha que não.
      Estúpida maneira de pensar
      Kis:=}

      Eliminar
    2. Com a sua maneira de pensar,
      esse senhor com o nome de Miguel
      deixa-o lá à sua vontade falar
      enquanto anda à procura do pincel!

      Eliminar
    3. Edu....
      Neste momento anda à procura de votos....quer eleger uma psd à câmara municipal do funchal...
      E desta forma pensa muito mal
      Kis :≤=}

      Eliminar
  2. Passando pela sua casa e deixando um abraço forte.
    E,seu texto confirma como atua os governantes por todo esse nosso mundo.
    _ a revelia do povo!

    ResponderEliminar
  3. pois, parece que só alguns é que têm direito a ser religiosos...

    ResponderEliminar
  4. Mesmo por cá a tolerância é só para alguns
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. :))) nunca tinha reparado na continuidade territorial dos Açores
    parece-me muito injusto, afinal, no território há muitos que não pensam ir e da Madeira, com a tolerância, poderiam vir de avião
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gabi....
      Claro que só de avião....mas ele diz que os madeirenses nem podem viajar.... lá terá as suas razões
      Kks :=}

      Eliminar
  6. Até Sua Santidade discorda da tolerância de ponto !

    ResponderEliminar
  7. Tem coisas que não dá pra entender, só eles mesmo. Governantes é tudo igual, só muda o endereço. As decisões sempre são tomadas por eles, nem se preocupa se o povo concordam ou não.
    Uma ótima semana!
    Um ótimo mês
    Um abraço!
    Blog da Smareis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada.
      Um mês que se quer " muito bom"Kis :=}

      Eliminar
  8. Independentemente da comparação os Açores e da (in)justiça de ser ou não tolerância 12, a verdade é que a Madeira sempre teve o maior n.º de dias de pontes (e tolerâncias de ponto) do país. Por exemplo: http://www.tribunadamadeira.pt/2016/12/09/albuquerque-da-tolerancia-de-ponto-a-23-de-dezembro/ e http://www.tribunadamadeira.pt/2017/03/31/governo-da-tolerancia-de-ponto-na-quinta-feira-santa-e-no-sabado-de-aleluia/ ou http://www.tribunadamadeira.pt/2012/02/07/gr-garante-tolerancia-de-ponto-na-terca-de-carnaval/ (quando no continente não houve)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo (a)...
      E sem falar na tolerância nas sexta feira do rally..
      Estou contra os argumentos usados por sua excelência presidente
      Kis :=}

      Eliminar
  9. Cada vez que vem um Papa a Portugal é sempre a mesma guerra no que toca à tolerância de ponto. Quem quer ir a Fatima há muito que se organizou. Grande parte dos funcionários públicos vão antes à praia ou ficam em casa.

    Mas se deram acho uma estupidez o "não" à Madeira!

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly....
      Isso é como as férias cada um goza como quiser...Kks :=}

      Eliminar
  10. Os direitos deviam ser iguais para todos.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  11. Bom dia, são os votos do Toninho, Pois... o Homem é da linha do Passos Coelho, não enganou ninguém, todos sabiam e sabem que é um aprendiz de feiticeiro, ele sabe que o caciquismos funciona,assim... nas próximas eleições vai novamente ser eleito.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toninho.....
      Tenho as minhas dúvidas.....ele prometeu muito cumpriu nada...
      Kis :=}

      Eliminar
  12. Há Portugueses de 1ª e de 2ª
    também por cá infelizmente
    pró Contenente...Hé hé hé hé

    Beijinhos e um feliz dia~_````

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas convenhamos que os ilhéus são todos eles de segunda segundo os que se consideram "primeiroos"
      Kis :=}

      Eliminar
    2. Pois pois hé hé hé hé ~_````

      Eliminar
  13. Então e o avião? O homem esqueceu?

    Quanto à tolerância, num estado laico não sei se fará muito sentido. Mas a fazer faz para todos os portugueses, públicos, privados e, obviamente, Ilhas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Golimix...
      Ajuda-me estou perdida! A que te referes? Avião??? Homem???? Esqueceu?????
      Kis :={

      Eliminar
  14. Bom.... Eu não serei beneficiada com a tolerância, emrpesa privada... Portanto estou solidária com a Madeira.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chica.....
      A tua empresa tb dá tolerancias....aqueles dias em que têm de tirar por obrigação da empresa
      Kis :=}

      Eliminar
  15. Pois, é uma tolerância mal concedida. Enfim, venha o diabo e escolha. Sou FP, e vou ter direito a ela. Goze-se pois então. Não fui eu que a pedi. Se me dão, lá ficarei a dormir ou a tentar dormir, mais umpouquinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o teu patrão como é meu tb. E na privada os patrões "obrigam" os seus funcionários a tirarem dias de ferias obrigatórias. Rec!amam mas obedecem ...obedece tu tb
      Kis :=}

      Eliminar
  16. como é possível...

    estas e outras coisas!

    ResponderEliminar
  17. Confesso que não concordo com essa tolerância de ponto em lado nenhum do mundo!

    ResponderEliminar
  18. E nos Açores... não há déficit!... mesmo com tolerâncias... e outras praticâncias...
    Nossa Senhora, podia era divulgar qual é o segredo para tal... aqui para nós do Continente... que dava tanto jeitinho... ainda mais do que o segredo dos pastorinhos... que com a Rússia... convertida ou não... ninguém se mete...
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...