Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

terça-feira, 25 de julho de 2017

Diário das minhas Férias: Braga-Porto-Copenhaga

Dia 1
Embora o voo para Copenhaga fosse às 14:30, logo de manhã fomos até ao centro histórico de Ponte de Lima e, logo de seguida até Braga para que o mê Bisalho nos desse boleia até à camionagem e assim ir até ao aeroporto de Sá Carneiro.
Pelas 16:30 embarcámos nesta odisseia e, pela primeira vez tive "embarque prioritário", não que eu pedisse mas como foi através da agência tive tratamento VIP, (pagando para isso, acho que tenho ares de rica ou a menina pensou que sim).
Copenhaga até quinta feira depois uma nova aventura.

7 comentários:

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...